Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A última semana do recesso do deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM) foi um vai e vem de reuniões com autoridades nacionais. Está em busca apoio de parlamentares, técnicos do governo, especialistas em economia e formadores de opinião à emenda que apresentará à PEC 45/2019, mantendo a excepcionalidade tributária da Zona Franca de Manaus.   

Após contatos com parlamentares, entre eles o autor da proposta de Reforma Tributária, deputado Baleia Rossi (MDB-SP), e de uma reunião na residência oficial do presidente da Câmara, deputado federal Rodrigo Maia (DEM-RJ), Ramos tem outras agendas já confirmadas com peças estratégicas  no tabuleiro político.

“Tanto o deputado Baleia Rossi como o Rodrigo Maia se mostraram sensíveis à ideia de proteger o modelo Zona Franca. Na próxima segunda-feira, vou me reunião com o economista Bernardo Appy, da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, autor da proposta que deu origem à PEC 45”, disse Ramos.

O receio do deputado federal é que prevaleça na proposta artigo que acaba com todo e qualquer incentivo fiscal. “Toda a indústria de Goiás pra cima e abaixo do Paraná é incentivada. Países símbolo do liberalismo, como os Estados Unidos, adotam com sucesso políticas de desenvolvimento regional”, afirma parlamentar, ao analisar que o fim das isenções provocaria uma superconcentração de indústrias no Sudeste, ampliando ainda mais as desigualdades regionais no país.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •