Montagem Fato Amazônico
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O vereador Marcelo Serafim (PSB), técnico com formação na área de saúde, contestou nesta segunda-feira, 17, os números da Covid-19 no Amazonas formatado pela Rede Globo nos seus diversos programas televisivos.

Segundo observou Marcelo Serafim, o Amazonas estaria no Mapa Vermelho da Pandemia com um aumento nos últimos dias superior a 60% conforme relatos da Rede Globo.

Para contestar as informações da Globo, segundo ele, mostradas erroneamente a seus telespectadores, o parlamentar se valeu dos estudos – gráfico e informações – os órgãos em vigilância em saúde do Amazonas que contrariam sem deixar margem a dúvidas o jornalismo de Willam Bonner & Cia.

Afirma Marcelo Serafim que, ao analisar o número de sepultamento, verifica que o gráfico se mantém estável, entre 4, 5 ou 6 internações por dia, diferente dos 80 em média registrados no auge da doença.

“O que fez o Amazonas aparecer no gráfico da pandemia, apresentado pela Globo, com um crescimento 60%, depois de ter regredido estatisticamente, foram os números das internações que acontecerem no pico do coronavírus, entre abril, maio e junho”, explica. No momento, do número de internação são baixos, seis internações por dia, algo que a Globo deixa de esclarecer”, completa.

De acordo com vereador, os óbitos que aconteceram nos três meses anteriores, que exigia pelas mudanças impostas pelo Ministério da Saúde, exigia teste positivo para coronavírus.

Somente hoje, conforme ressaltou, as notificações de óbitos dos meses anteriores foram possíveis e acrescidas às estatística.

Marcelo Serafim descartou a possibilidade de pretender minimizar os cuidados de prevenção à doença e declarou que o quadro no Amazonas é estável, com até seis internações por dia.

“Essa história de que o número de óbitos está aumento no Amazonas é fake”, afirma.

Confira o Vídeo


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •