Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Médica e enfermeira que estavam na UTI neonatal no momento em que um bebê de 3 meses caiu de uma incubadora em uma maternidade particular em Belém (PA) são investigadas por lesão corporal, omissão de socorro e abandono de incapaz pela Polícia Civil do Pará.

Segundo o programa Fantástico, da Rede Globo, os pais da menina entraram com um processo cível pedindo que a maternidade pague indenização pelo acidente. Durante uma saída da mãe da UTI neonatal da Maternidade Saúde da Criança, as câmeras registram a queda da criança, depois de ter sido colocada por uma técnica de enfermagem no equipamento.

O vídeo revelado pelo programa mostra que uma das travas da incubadora não foi fechada e, após a menina começar a se mexer, a lateral do equipamento se soltou e ela caiu de uma altura de 1,4m, a uma velocidade estimada em 18 km/h, até o chão.

A mãe informou que ao chegar no local viu o hematoma na cabeça da filha e questionou as pessoas que estavam no local. Na hora, diz Jéssica Machado, ninguém revelou o que tinha acontecido.

“Quando eu entrei na UTI, eu vi que todo mundo tava completamente diferente. As técnicas estavam muito assustadas e uma delas com a criança no colo. Teve um momento que ela virou a criança e eu vi um edema na cabeça. Eu perguntei: ‘Pelo amor de Deus, o que foi isso? Minha filha caiu no chão?’”, relatou a mãe.

“Quando eu perguntei o que havia ocorrido, ela (enfermeira) disse que não tinha acontecido nada, que a criança tinha encontrado (sic) na porta da incubadora e formou aquele edema. Quando eu fui perguntar pra médica, ela disse que não tinha visto nada, que era pra eu ir na sala dos médicos perguntar alguma coisa”, disse Jéssica.

Na imagem, é possível ver que o bebê é resgatado por uma médica e, em seguida, entregue para uma técnica de enfermagem. O Instituto Médico Legal (IML) divulgou um laudo que aponta que a menina sofreu uma fratura craniana e um hematoma no couro cabeludo. Ela foi transferida de hospital para fazer uma tomografia.

Maternidade
A Maternidade Saúde da Criança afirmou em nota que a instituição agiu com transparência, e que a equipe “é treinada com base em técnicas modernas de atendimento médico”. O centro de saúde não divulgou se alguém da equipe médica foi afastado.

A técnica de enfermagem disse em depoimento à polícia que trancou a incubadora. Ela falou que não relatou aos pais sobre o ocorrido pois o protocolo instruiu que isso é dever da médica. A médica que socorreu a criança negou que tenha mentido para a mãe sobre a queda.

A criança atualmente está com 8 meses e se desenvolve bem e sem sequelas. (Com informações de Metrópoles)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •