Reprodução
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Ministério Público de São Paulo (MPSP) denunciou o casal Joel Fernandes Santos e Sidileide Normanha da Paixão Santos pela morte da personal trainer Andressa Serantoni, no último dia 12 de agosto. Com informações de Metrópoles.

O crime ocorreu em São José do Rio Preto (SP). Andressa foi esfaqueada pelos vizinhos por mais de 30 vezes, no pescoço e no tórax, além das mãos e braços. O casal foi levado para a delegacia e preso em flagrante.

Agora, o MPSP denunciou Joel e Sidileine, segundo informações do portal G1, por homicídio triplamente qualificado por motivo fútil, crueldade e recurso que dificultou a defesa da vítima e homicídio tentado duplamente qualificado por motivo torpe e crime praticado para garantir a execução de outro crime.

Antes de assassinar a jovem a facadas, os criminosos filmavam Andressa Serantoni. Ao perceber que era gravada, a personal trainer teria reclamado.

Foi quando Sidileide teria segurado a vítima e dito ao marido: “Vai lá, pega lá para a gente resolver”. Joel foi ao carro e pegou duas facas.

“Ele deu a primeira facada nela. Eu conseguia ver ele [Joel] tirando e enfiando a faca muito rápido. A mulher veio tentar me puxar. Eu a empurrei e fechei o portão, mas conseguia ver. A mulher também pegou a faca e começou a esfaquear minha irmã”, contou Ana Luiza, irmã da vítima, ao portal G1.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •