Viviany Beleboni decidiu processar a apresentadora por conta de uma postagem no Instagram
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

METRÓPOLES – A modelo trans Viviany Beleboni decidiu processar a apresentadora Andressa Urach por danos morais: ela pede R$ 104,5 mil de indenização.

Viviany, que em 2015 desfilou na parada LGBT de São Paulo encenando Jesus Cristo, decidiu processar Andressa Urach porque a apresentadora usou fotos da modelo em uma postagem do Instagram.

Urach usou a foto da parada e escreveu uma legenda criticando a modelo.

“Nas imagens, algumas afrontas do Brasil. Se colocar do mundo não caberia no post. Mas o maior de todos os pecados é não ler a Bíblia… O mundo tem estado muito mais podre do que o mundo antes do Dilúvio ou mesmo na época de Sodoma e Gomorra… O pecado da humanidade de hoje passou dos limites e subiu aos céus. Essa pandemia é só um ensaio dos princípios das dores dos finais dos tempos”, escreveu Urach no dia 26 de março.

Em entrevista ao Uol, Viviany Beleboni explicou por que decidiu processar Urach.

“Ela pegou uma foto e pôs num montante de outras coisas com as quais eu não concordo. Não tem nada a ver com a situação que eu protestei. Ela jogou tudo numa caixa só”, justificou a modelo.

Ela ainda acrescentou que recebeu ameaças de seguidores da apresentadora.

“O problema é que depois da mensagem, várias pessoas entraram nas minhas páginas para fazer todo tipo de ameaça. Recebo mensagens de pessoas desejando câncer e morte para a minha família”, denunciou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •