Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O treinador de basquete universitário John Thompson, que trabalhou com ídolos da NBA como Patrick Ewing e Alonzo Mourning, morreu aos 78 anos, informou nesta segunda-feira a família do técnico.

“Nosso pai foi uma inspiração para muitos e dedicou sua vida não apenas ao desenvolvimento dos jovens mas, o mais importante, também fora da quadra de basquete”, indicou um comunicado da família divulgado pelo time de basquete da Universidade de Georgetown.

Thompson, que jogou duas temporadas na NBA e ganhou títulos como reserva do Boston Celtics, assumiu o comando da equipe universitária de Georgetown, em sua cidade natal, Washington, em 1972.

‘Big John’ transformou o programa de basquete daquela universidade, então de pouco prestígio, até se tornar campeão do torneio universitário nacional (NCAA) em 1984, com Patrick Ewing como principal destaque do time. Além de Ewing, que seria escolhido em primeiro lugar no draft da NBA e se tornaria uma lenda do New York Knicks, Thompson formou três outros jogadores que acabariam entrando no Hall da Fama: Dikembe Mutombo, Alonzo Mourning e Allen Iverson.

“Obrigado por salvar minha vida, treinador. Vou sentir sua falta, mas tenho certeza que você está olhando por nós com um grande sorriso”, escreveu Iverson, que brilhou durante uma década no Philadelphia 76ers, no Twitter. “Eu daria qualquer coisa por mais um telefonema seu … nós conversávamos sobre tudo, exceto basquete”, acrescentou.

“Ele foi meu mentor, grande professor, herói e figura paterna para muitos de nós que tivemos a oportunidade de jogar para ele”, escreveu Mutombo.

Em 1988, Thompson foi o técnico da equipe dos Estados Unidos que disputou as Olimpíadas de Seul, a última formada apenas por jogadores universitários. Seu time foi eliminado nas semifinais pela União Soviética e depois conquistou a medalha de bronze.

Em 1999, Thompson também foi introduzido no Hall da Fama e deixou o cargo de treinador de Georgetown, sendo substituído em 2004 por seu filho John Thompson III, que ficou por mais 13 anos. (Gazeta Esportiva)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •