Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A morte do policial Daniel Santos, da 21ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), morto a tiros na noite desta sexta-feira (14), no Conjunto Lula Armando Mende, Zona Leste de Manaus, gerou um alvoroço nas redes sociais e em grupos de whatsapp onde comentários de que a “guerra iniciou” bandidos x polícia e de que além dele (Daniel) teriam sido mortos outros três policiais e delegacias teriam sido invadidas, não passou de boatos.

A foto distribuida nos grupos de whatsapps não era do policial morto

Até uma conversa em rede de rádio da polícia chegou a ser repassada nos grupos de whatsapp e foi parar em sites de notícias onde apareceu ainda um ferido um policial militar com o nome de Oscar Cardoso, o homônimo do delegado Oscar Cardoso, morto a tiros no domingo passado, que teria sido ferido e estava internado em estado grave em um pronto-socorro. As fotos distribuídas nas redes sociais e grupos de whatsapps como fosse do policial morto, não eram.

Um bilhete com várias placas de carros, também foi repassado, como se fosse de bandidos que iriam tocar o terror em Manaus no final de semana, invadindo delegacias, matando policiais e cometendo outros crimes.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •