Foto: Divulgação- Erlon Rodrigues/PC-AM
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Policiais civis da Delegacia Especializada em Crimes contra a Mulher (DECCM) cumpriram, na manhã desta terça-feira (27/08), às 10h40, mandado de prisão preventiva por violência doméstica e ameaça, em nome de um motorista de aplicativo de transporte privado urbano, de 22 anos, que ameaçou de morte, com uma faca, a ex-companheira dele, uma jovem de 19 anos. O crime ocorreu no último domingo (25/08), por volta das 15h, na avenida Coronel Teixeira, bairro Ponta Negra, zona oeste da capital.

De acordo com Débora Mafra, titular da especializada, no dia do delito, a jovem entrou no carro do ex-companheiro para ir buscar o filho deles, uma criança de 3 anos, que estaria na casa da avó paterna, situada no bairro Lírio do Vale, zona oeste da cidade. Segundo a delegada, durante o trajeto, o infrator, em posse de uma faca, deu início às ameaças, dizendo que não aceitava o término do relacionamento e, também, o fato da jovem sair com as amigas dela.

“Durante a ação, o indivíduo comentou que estava levando a vítima para um ramal. A jovem com muito medo das ameaças, em atitude desesperada pulou do veículo, no momento em que ele trafegava pela avenida Coronel Teixeira. Ressalto que a separação deles ocorreu há três meses. Em depoimento, ela afirmou que sofria maus tratos quando ele bebia e ficava agressivo”, explicou Mafra.

Conforme a titular da DECCM, no dia 5 deste mês, a vítima registrou um Boletim de Ocorrência (BO), contra o ex-companheiro, por lesão corporal. A ordem judicial em nome do jovem foi expedida nessa segunda-feira (26/08), pela juíza Eulinete Melo Silva Tribuzy, no Plantão Criminal. A prisão dele foi efetuada no prédio da especializada, após o mesmo comparecer, espontaneamente, naquela unidade policial.

Indiciamento – O infrator foi indiciado por violência doméstica e ameaça. Ao termino dos procedimentos cabíveis no prédio da especializada, ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •