Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Milena Bemfica, esposa do goleiro Jean, do São Paulo, que no último dia 17 fez uma live no Instagram onde acusava o jogador de agressão, afirmou que perdoa o atleta, mas quer a separação. A declaração foi feita neste domingo (29), em entrevista ao Fantástico, da TV Globo. “Ele sempre mostrou ser tranquilo e perfeito. Nunca achei que ele poderia se transformar do jeito que ele se transformou”, lamentou.

Os vídeos postados na rede social foram apagados, mas outras pessoas os salvaram e compartilharam – e o caso viralizou na internet.

Na reportagem, Milena descreve os dias anteriores às agressões. Ela contou que Jean estava com uma amante há um mês. E que ultimamente ele vinha tratando mal a família, totalmente disperso. “Ele dizia que estava confuso”.

A jovem disse que a ela e o marido decidiram manter a viagem à Disney com as filhas porque já estava tudo pago. Antes das férias, no entanto, ela disse que fez um ultimato: ou ele decidia ficar em casa e começar do zero ou saía. “Ele saiu”, ela disse.

Relações

Durante os dias em Orlando, eles discutiam muito, segundo os relatos de Milena. Mesmo assim, tiveram relações sexuais alguns dias. No sétimo dia de férias, ela contou, uma mensagem anônima mostrou um post da amante ao lado de Jean.

Depois disso, o goleiro saiu para comprara cerveja. À noite, voltaram a ficar juntos. Depois, se desentenderam novamente. “Não acho que vamos voltar”, ele teria dito. “É questão de tempo”, Milena rebateu. “Você é louca. Não quero nada com você. Não vim te procurar”.

Após isso, Milena ameaçou enviar uma mensagem à amante e começaram as agressões, presenciadas pelas filhas do casal. Milena afirmou que mordeu o dedo de Jean e o agrediu com uma prancha de alisar cabelo. Foi nesse momento que Jean teria batido nela, que se trancou no banheiro e fez o vídeo.

Prisão

Jean chegou a ser preso, mas a Justiça dos Estados Unidos determinou a soltura do jogador brasileiro após audiência de custódia. Ele não precisou pagar fiança e terá de ficar afastado da mulher.

Por causa da agressão, o São Paulo resolveu demitir o atleta e divulgou nota condenando a violência contra a mulher.

Maria da Penha

Milena disse ao Fantástico que não sabe se vai usar a lei Maria da Penha. “Estou um pouco perdida. Mas estou sendo orientada pela psicóloga e pelo advogado para fazer o melhor para ambas as partes”. Em nota, a defesa de Jean disse que o jogador vai honrar com todos os compromissos legais.

Milena ressaltou que quer recomeçar a vida e que deseja que Jean faça o mesmo. “Nunca mais errando do jeito que errou”. (Metrópoles)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •