Alexandre Nardoni foi condenado por matar sua filha, Isabella Nardoni, com a mulher Anna Carolina Jatobá (Fernando Donasci/Folhapress/VEJA)
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Condenado pela morte da filha Isabella Nardoni, Alexandre Nardoni deixou, na manhã desta quinta-feira (8), o pavilhão 2 do complexo de Tremembré (SP), devido à saída temporária de Dia dos Pais. Em regime semiaberto desde o fim de abril deste ano, ele se beneficiou pela primeira vez com a “saidinha”, como é chamado o benefício.

Nardoni deixou a unidade dentro de uma caminhonete branca, enquanto os demais presos beneficiados pela “saidinha” deixaram o local a pé. Os presos da unidade deverão retornar ao presídio até a próxima quarta-feira (14), às 17h.

Alexandre Nardoni foi condenado a 30 anos de prisão pela morte da filha Isabella Nardoni, em março de 2008, após ela cair da janela do apartamento do pai, em São Paulo.

Suzane von Richthofen

Quem também se beneficiou pela “saidinha” foi Suzane von Richthofen. Condenada a 39 anos de prisão por matar os pais, ela deixou a P1 feminina de Tremembé na manhã desta quinta-feira.

Essa é a segunda vez que Suzane deixa a prisão no ano. Ela chegou a ser punida com a perda de três saídas temporárias após ser flagrada em uma festa em Taubaté, na saidinha de fim de ano.

Suzane obteve a progressão para o semiaberto em outubro de 2015. A primeira saída dela aconteceu em março de 2016, beneficiada pela saída temporária de Páscoa. Com informações de Metrópoles


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •