Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Vitória tranquila do Brasil em seu último teste antes da definição da lista final de convocados para a Copa do Mundo. A seleção canarinho não tomou conhecimento da África do Sul e fez 5 a 0 e voltou a jogar bem para os mais de 51 mil espectadores presentes no Soccer City. Oscar abriu o placar, Neymar fez três e o estreante Fernandinho completou o placar, em Johanesburgo.

Dos três jogadores que mais necessitavam de testes, Fred, Rafinha e Fernandinho, o melhor em campo foi o lateral, sempre presente quando solicitado apareceu bem no ataque e foi seguro defensivamente. O centroavante pouco participou da partida, porém, no início do segundo tempo deu um belo passe para Neymar marcar o terceiro gol brasileiro. Já, o volante do Manchester City pouco apareceu no jogo. Talvez pela falta de entrosamento, o estreante fez uma partida correta na defesa, mas pouco contribuiu com a saída de bola e o apoio ao ataque, mas fez um golaço.

A primeira etapa do amistoso evidenciou diferença técnica entre as seleções. O Brasil chegava com facilidade ao gol adversário, principalmente pela linha defensiva da África do Sul. Quando o time da casa partia para o ataque, deixava muito espaço no campo defensivo. Os zagueiros constantemente se colocavam perto do meio-campo, o que facilitava as infiltrações de Neymar, Hulk e Oscar pelas pontas.

Aos 4 minutos, o Brasil deu o primeiro susto, em boa jogada de Paulinho, que lançou Fred na área. O atacante ajeitou de cabeça para a batida de Oscar, porém a bola bateu na zaga e saiu.

A Seleção Brasileira se mostrava calma, trocava passes e esperava o momento certo de forçar a jogada. O lado esquerdo foi o mais aproveitado pelo time de Luiz Felipe Scolari: Marcelo, Neymar e Oscar trocavam passes constantemente pelo setor.

O Brasil dominava o jogo e, aos 9 minutos, Hulk enfiou uma bola para Oscar, que conduziu a bola e tocou na saída do goleiro Williams, inaugurando o placar.

Toda vez que a África do Sul saía para o ataque, deixava muito espaço para o time brasileiro contra-atacar. Aos 20 minutos, Marcelo lançou

Neymar de antes da linha do meio de campo pelo lado esquerdo. O craque driblou o goleiro, mas perdeu ângulo e não conseguiu concluir a gol.

Apesar de ter pouca movimentação e se colocar excessivamente no setor esquerdo do ataque brasileiro, Neymar levava perigo todas as vezes que pegava na bola. Aos 28, bobagem da defesa sul-africana, Neymar roubou a bola avançou sozinho para a área, tocou por cima, mas o goleiro conseguiu tocou na bola e desviou para escanteio.

Porém, aos 40 minutos, o camisa 10 da seleção não perdeu. Depois de disputa no meio campo o jogador do Barcelona recebeu na entrada da área e bateu de esquerda, a bola passou por debaixo das pernas do goleiro e morreu no fundo da rede. Foi o 28º gol de Neymar com a camisa da seleção brasileira.

Aos 43, Oscar lançou Marcelo pela esquerda do ataque, o lateral recebeu a bola sozinho, levantou a cabeça, procurou Fred, porém antes da bola chegar ao centroavante a defesa afastou o perigo.

Aos 46 minutos, Paulinho bobeou com a bola na intermediária do campo brasileiro, Furman roubou a bola e bateu com perigo no lado direito do gol de Julio Cesar.

O Brasil voltou ao segundo tempo com três alterações: saíram Hulk, Oscar e Paulinho para a entrada de Willian, Ramires e Luiz Gustavo. Foi promovida ainda a estreia da camisa reserva da Seleção para a Copa do Mundo.

Apesar das mudanças, o parâmetro do jogo continuou igual. Os comandados de Felipão começaram com tudo e, aos 30 segundos, Neymar recebeu toque de Fred e encobriu o goleiro sul-africano. Logo depois, Willian assustou com um chute pelo lado esquerdo e a bola saiu raspando a trave.

Aos 7 minutos, os Bafana-Bafana chegaram assustando. Cruzamento para a área, mas David Luiz, atento, afastou o perigo.

Como última oportunidade para testes antes da lista final para a Copa, o comandante verde-amarelo resolveu inovar. Aos 12, colocou Daniel Alves no lugar de Marcelo, na lateral-esquerda. A ideia é talvez economizar uma vaga na defesa para aproveitar com a convocação de mais um atacante ou meia para o Mundial. Fred foi substituído por Jô quatro minutos depois.

Com as mudanças na equipe brasileira, a África do Sul começou a se mostrar mais na partida. Aos 17 minutos, em uma troca de passes na frente da área os donos da casa acharam o Patosi de frente para o gol. O atacante bateu, mas Julio César, em jogada de puro reflexo defendeu.

O jogo acabou perdendo ritmo depois das várias substituições. Poucas chances surgiram para as duas seleções. Aos 29 minutos, o Daniel Alves perdeu uma chance clara de gol. O lateral recebeu na esquerda do ataque limpou o marcador e ficou sozinho para concluir, porém chutou em cima do goleiro.

Mesmo fazendo partida discreta, Fernandinho fez mais um para o Brasil. O volante lançou um petardo da entrada da área e acertou o ângulo direito do gol de Williams: 4 a 0.

E cabia mais. Já no finalzinho da partida, aos 45 minutos, Neymar fechou o placar. O craque recebeu de Jô dentro da área e completou tranquilamente para o gol.

A expectativa, agora, fica por conta a divulgação da lista final de convocação para a Copa do Mundo 2014, no dia 7 de maio.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •