Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No dia do centenário de Claudio Santoro (23/11), integrantes de todos os núcleos artísticos do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro fazem uma homenagem ao compositor amazonense com a apresentação do espetáculo “O Guarda-chuva encantado”, às 20h, no Teatro Amazonas.
 
O evento, promovido pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, tem entrada gratuita e contará com serviços de tradução em Libras e audiodescrição.
 
“O Guarda-chuva encantado” – que estreou em outubro, no Teatro Amazonas – reúne alunos dos cursos de Teatro, Dança, Música, Artes Visuais, além da Orquestra Jovem Claudio Santoro, grupo artístico criado em 2019, também como parte das comemorações pelo centenário do compositor amazonense.
O diretor técnico-artístico do Liceu, maestro Davi Nunes, destaca que a proposta do espetáculo é possibilitar o contato direto do aluno com o universo artístico, o que faz parte do processo de formação.
“O Liceu tem uma característica importante no processo de formação dos alunos, que é o desenvolvimento técnico e a preparação para o mercado de trabalho. Esse processo vai além da sala de aula. Cada núcleo já tem a prática separadamente com performances e apresentações, mas quando unimos todos em um só espetáculo, proporcionamos uma interação entre as diversas artes que os alunos vão precisar quando forem profissionais. Isso é essencial no processo de formação artística”, pontua.
Sinopse – O texto de “O Guarda-chuva encantado”, criado a partir do espetáculo “Musicais em Fragmentos”, também do Liceu, conta a história de Marisol, uma menina que está brincando e, de repente, se perde das amigas e acaba no banco de uma praça. Até que uma mulher se aproxima e, num primeiro momento, há um estranhamento, mas depois surge uma grande amizade entre elas. A mulher ensina para Marisol que através da imaginação a menina pode ser tudo o que quiser. Ela tem um guarda-chuva furado, mas cheio de histórias e com ele as personagens vivem grandes aventuras, percorrendo trechos de musicais, entre eles “A Noviça Rebelde”, “Mary Poppins”, “La La Land”, “Cantando na Chuva” e “A Pequena Sereia”.
O coordenador do Núcleo de Teatro do Liceu, Tiago Oliveira, que assina o texto e a direção teatral de ”O guarda-chuva encantado”, diz que a dramaturgia é o fio condutor do espetáculo.
“Assistindo a ‘Musicais em Fragmentos’, que era um espetáculo de dança, percebi que em 80% das coreografias havia um guarda-chuva. Resolvi escrever a partir daquele elemento em comum, mantendo as coreografias, mas com a dramaturgia alinhavando todo o espetáculo”, conta. “O resultado é bem dinâmico. Há momentos com dança e música, teatro e música, e também todos os núcleos em cena no palco”, comenta.
SERVIÇO
 
ASSUNTO: Espetáculo “O Guarda-chuva encantado”.
DATA: Dia 23 (sábado) de novembro de 2019.
LOCAL: Teatro Amazonas (Largo de São Sebastião, 659, Centro, zona sul).
HORÁRIO: Às 20h.
ENTRADA: Gratuita.
CLASSIFICAÇÃO: Livre.
ACESSIBILIDADE: Tradução em Libras e audiodescrição.

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •