Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Olá pais pets, tudo bem com vocês? Hoje iremos falar sobre a discriminação que sofre o American Pit Bull Terrier, mais conhecido como Pit Bull por serem vistos como agressivos. Em 2019, foi lançado um curta-metragem pela Pixar Animation e que está disponível no Yotube, um curta chamado “Kitbull”, que mostra o desenvolvimento da amizade de um pequeno gatinho que sobrevive na rua até que passa a morar em uma caixa de papelão que fica no mesmo terreno em que um Pitbull vive e é regularmente deixado amarrado por seu dono. Essa animação de pouco mais de oito minutos, exemplifica bem a discriminação que os cães dessa raça sofrem e luta contra o estereótipo de que os cães dessa raça sejam violentos.

Na primeira vez que os dois se veem eles se estranham, o Pit bull até tenta uma aproximação, mas o gatinho fica com medo dele e se afasta. O único momento no curta em que o Pitt bull é acariciado pelo seu dono e quando este o estimula a arrancar a cabeça de um ursinho de pelúcia. Em uma noite chuvosa, o Pitbull é espancado e chutado por seu dono pra fora da casa no quintal, a partir desse momento o gatinho percebe que o cachorro, apesar de robusto só deseja companhia e tem uma grande carência de afeto, assim como o próprio gatinho, para saber o fim da estória dos dois sugiro que assistam o curta-metragem.

Os cães da raça Pit bull, infelizmente ainda sofrem com um estereótipo de serem agressivos, porém são cachorros que são tão carinhos, leais e brincalhões como qualquer cachorro de outra raça e que tem necessidades especiais de adestramento e treinamento, por serem uma raça muito forte e com disposição de sobra. Já quando for sair para passear com seu Pit é sempre bom andar com atenção, pois apesar de que com humanos serem brincalhões, são uma raça que podem ficar territorialistas quando veem outro cachorro.

O comportamento do Pit bull é genético, logo se o pai e a mãe forem temperamentais é muito provável que o filhote também seja, por esse motivo a importância de quando for comprar cães dessa raça, a compra seja realizada em canis legalizados e conhecidos.

A realidade é que os cães dessa raça são tão amorosos como os de qualquer outra, daí a necessidade de que se se quebre essa visão que muitas pessoas ainda tem, que são cães bravos por terem aquela “cara de mau”, vale lembrar que de mau mesmo, eles só tem a cara.

Link para ver o vídeo

Quer saber mais dicas e só acessar nosso instagram e ficar ligado @vemvetam 

Andressa Adrielly Alves Figueiredo
Médica Veterinária CRMV 0835-AM
Fundadora da empresa Vem Vet – Atendimento Veterinário Domiciliar @vemvetam 

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •