Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

De acordo com informações postada na página do Facebook do Trânsito Manaus, as obras para a liberação do quilômetro 58 da BR 174 (Manaus/Boa Vista), que rompeu devido as chuvas ontem e acabou sendo interditada pela Polícia Rodoviária Federal, ainda não tem previsão para ter início. A falta de profissionais na Delta, empresa responsável pela manutenção da rodovia, irá atrasar ainda mais o início dos trabalhos, que devem demorar até 10 dias.

Enquanto o trecho não for recuperado os manauaras que escolheram passar o carnaval no município de Presidente Figueiredo, Boa Vista ou na Venezuela, estão ilhados.

Os ônibus que estão vindo de Figueiredo e Boa Vista, param do outro lado da pista e os passageiros atravessam a pé, seja no sol ou na chuva, de dia ou de madrugada.

A fila de caminhões, carregados com cargas, tanto no lado de Manaus indo para Presidente Figueiredo e Boa Vista, como vindo de lá, já é grande e muitos estão preocupados com os produtos que transportam.

Entenda o caso

O quilômetro 58 da BR 174 (Manaus/Boa Vista), foi interditada ontem de manhã pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) por conta de uma grande erosão no solo que causou o deslizamento de parte da rodovia, deixando o município de Presidente Figueiredo, praticamente isolado. Carros e ônibus estão parados dos dois lados da rodovia proibidos de passar devido ao risco de desabamento de umas faixas. Apenas ambulâncias estão sendo liberadas para passar pelo local. A previsão é de que o reparo demore entre três e cinco dias para ser concluído.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •