Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O guru do bolsonarismo, Olavo de Carvalho, respondeu na manhã desta segunda-feira (30) as provocações da deputada federal Janaína Paschoal (PSL-SP), que o comparou a um dos personagens do filme de terror espanhol “O Poço”. Ao recomendar o filme a seus seguidores, Janaína escreveu: “vocês vão ver o lixo que são”.

“Um filme bom para o momento atravessado: O Poço! Solidariedade espontânea! Um dos protagonistas parece muito com Olavo de Carvalho. Ele, inclusive, diz muito que tudo é óbvio e gosta de enfatizar que tem razão. Assistam! Vocês vão ver o lixo que são!”, escreveu a deputada.

Em resposta, Olavo escreveu no Facebook que Janaína encontrou o nome de seu filho no lixo. “Nhonhoína: se é verdade que eu sou um lixo, foi no lixo que você achou o nome que deu ao seu filho. Vá correndo ao cartório e mude para Dorianinho”, escreveu o astrólogo, também citando o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Em outras publicações, Olavo criticou os governadores do país e pediu para que o Exército reaja contra a “divisão do Brasil em republiquetas independentes”, no que diz respeito às políticas adotadas contra o coronavírus.

“Se os generais não reagirem agora contra essa divisão do Brasil em republiquetas independentes, quem poderá ainda confiar no patriotismo retórico que eles ostentam tão felizinhos?”, questionou o guru. “Generais: os senhores vão atender ao clamor do povo ou à sugestão diabólica da Nhonhoína Pascoal?”, continuou. (Revista Fórum)


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •