Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Certamente você já ouviu falar em Sócrates, Platão e Aristóteles. O primeiro é considerado o “pai” da Philosophia, o segundo o “pai” da Dialética, e o terceiro o “pai” da Lógica. Para esses filósofos, todos os homens têm, por natureza, o desejo do conhecimento.

Assim, Sócrates, Platão e Aristóteles são os pilares de nossa civilização. Gigantes da história. Homens de profundo caráter. Seus conhecimentos sobrepuseram o tempo e chagaram até os dias atuais.

Esses três filósofos, cada um em suas especificidades, nos deixaram belos ensinamentos: Sócrates como “professor”, Platão como “político” e Aristóteles como “cientista”. Para eles, a Philosophia não é apenas a “arte do bem viver” e sim meios de “libertação humana”.

Provavelmente não seríamos o que somos hoje, pessoas “evoluídas” em vários campos do conhecimento humano, principalmente na ética, na arte, na política, na ciência, na cultura, sem a contribuição desses sábios.

Do muito que esses filósofos viveram, refletiram, ensinaram, escreveram, destacamos a seguir nove frases que podem ajudar-nos a alcançar a paz nesse tempo de distanciamento social.

  1. “Conhece-te a ti mesmo e conhecerás o universo e os deuses”. (Sócrates)
  2. “O início da sabedoria é a admissão da própria ignorância. Todo o meu saber consiste em saber que nada sei”. (Sócrates)
  3. “Uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida”. (Sócrates)
  4. “Buscando o bem de nossos semelhantes, encontraremos o nosso”. (Platão)
  5. “De todos os animais selvagens, o homem jovem é o mais difícil de domar”. (Platão)
  6. “O maior castigo consiste em ser governado por alguém ainda pior do que nós, quando não queremos ser nós a governar”. (Platão)
  7. “A coragem é a primeira das qualidades humanas porque garante todas às outras”. (Aristóteles)
  8. “Para nos mantermos bem é necessário comer pouco e trabalhar muito”. (Aristóteles)
  9. “Felicidade é ter o que fazer, ter algo que amar e algo que esperar”. (Aristóteles)

Das frases precedentes uma questão aparece como crucial e emerge em toda a sua agudeza: o homem sábio não é aquele que lê muito, fala muitas línguas, conhece muitas cidades, mas sim aquele que reflete, vive e ensina o que sabe. Seja um filósofo, pense, reflita e ensine coisas boas aos outros!!!

Luís Lemos

Filósofo, professor universitário e palestrante. Autor dos livros: O primeiro olhar – A filosofia em contos amazônicos (2011), O homem religioso – A jornada do ser humano em busca de Deus (2016); Jesus e Ajuricaba na Terra das Amazonas: Histórias do Universo Amazônico (2019). E-mail: [email protected]


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •