Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) realizará, nesta terça-feira (1º/10), às 18h, a abertura oficial da 10ª edição do Movimento Mundial Outubro Rosa. Neste ano, serão promovidas ações de conscientização sobre a importância do tratamento individualizado e personalizado, com respeito aos direitos e a identidade de cada mulher com câncer de mama. O evento ocorrerá no Largo de São Sebastião, no Centro de Manaus.

A abertura oficial do Movimento Mundial será marcada pela iluminação da fachada do Teatro Amazonas com a cor rosa, simultaneamente com outros monumentos da capital e do interior. Com o tema “Me trate direito, para cada paciente um tratamento” e a hashtag #MetrateDireito, os organizadores esperam demonstrar que cada paciente necessita de tratamento segundo suas próprias características, assim, como a identidade de cada indivíduo que é única.

Histórico – No Brasil, o Movimento Mundial Outubro Rosa é promovido pela Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama) há 11 anos. O Movimento ocorre há 10 anos no Amazonas e é coordenado pelo Centro de Integração Amigas da Mama (Ciam) e pela Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC-AM). A FCecon, referência na região Norte no tratamento de câncer, é responsável por coordenar as ações nos municípios do interior.

Identidade – Conforme a coordenadora estadual de Atenção Oncológica, enfermeira Marília Muniz, a medicina avançou no tratamento do câncer de mama, mas é preciso facilitar às mulheres o acesso a esses serviços. Ela explicou que atualmente o tratamento é personalizado conforme os subtipos tumorais, diferentemente de alguns anos atrás.

“Somos únicos como indivíduos. Ninguém é igual a outra pessoa. Assim, a atenção, o acolhimento e o tratamento do câncer de mama deve seguir a mesma premissa. Cada mulher precisa de carinho, humanização e do cuidado adequado conforme o seu caso”, salientou Muniz.

Programação – Durante todo o mês de outubro, serão intensificadas as mamografias nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), além da realização de palestras em empresas do Distrito Industrial, hospitais, igrejas e escolas da capital e do interior. Segundo Marília Muniz, as atividades contarão com a participação de profissionais voluntários, médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

As ações de sensibilização sobre a prevenção do câncer de mama, segundo Muniz, iniciam antes do dia 1º de outubro com palestras e estandes, por exemplo, na Secretaria Municipal de Finanças (Semef), na próxima segunda-feira (30/09). A coordenadora lembrou também que a programação vai contar com o tradicional passeio do ônibus articulado rosa pelas principais ruas da cidade no primeiro e último dia do Movimento Mundial, e com a “Caminhada das Vitoriosas” na orla da praia da Ponta Negra.

Câncer de mama – O diretor-presidente da FCecon, mastologista Gerson Mourão, alertou que o câncer de mama é o mais comum no Brasil e o terceiro mais incidente no Amazonas. Ele lembrou que os moradores do interior do estado são os que mais utilizam os serviços da unidade hospitalar para o tratamento desse tipo de doença.

O mastologista explicou que o câncer de mama consiste no crescimento desordenado das células da mama, de forma rápida e anormal, destruindo as células saudáveis do tecido mamário. “Há vários tipos de câncer de mama, com comportamentos distintos e características próprias, por isso, o tema do Movimento Mundial Outubro Rosa alerta para a necessidade também do tratamento diferenciado para cada mulher”, frisou.

Predisposição – O senso comum aponta para o câncer de mama como uma doença hereditária, contudo o médico especialista ressaltou que não procede. Ele explicou que 90% desse tipo de neoplasia tem o desenvolvido associado a outros fatores – obesidade, consumo excessivo de álcool, tabagismo, sedentarismo, estresse, dentre outros.

“Existem situações singulares que aumentam as chances de desenvolvimento do câncer, por exemplo, o pai com câncer de mama, a mãe e irmãs e/ou a mãe teve a neoplasia nos dois seios. São casos que exigem uma atenção maior. Todavia, são exceções”, alertou o médico especialista.

Mitos – É preciso também desmistificar para a população que o uso de desodorante, à noite, pode causar câncer de mama. “Isso não existe. As pessoas precisam buscar a felicidade, evitar o estresse, fazer exercícios e ter uma boa alimentação”, disse o médico especialista.

Diagnóstico – A mamografia, a partir dos 40 anos, é o método indicado para rastreio do câncer de mama, que reduz em até 40% as mortes por esse tipo de neoplasia. O exame deve ser feito anualmente. As pessoas com histórico de câncer na família devem iniciar o rastreio a partir dos 35 anos.

Números – Segundo projeção mais recente do Instituto Nacional do Câncer (Inca), órgão subordinado ao Ministério da Saúde (MS), cerca de 440 novos casos de câncer de mama devem ser registrados no Amazonas, anualmente. No Brasil, estimam-se que sejam 57.960.

Programação do Movimento Mundial Outubro Rosa

  • Dia 1º de outubro – Abertura oficial do Movimento Mundial Outubro Rosa, no Largo de São Sebastião, com a iluminação da fachada do Teatro Amazonas;
  • Dia 4 de outubro – palestra no Hospital Beneficente Portuguesa;
  • Dia 9 de outubro – palestra na empresa LanaPlast;
  • Dia 10 de outubro – palestra na Procuradoria Geral do Município;
  • Dias 11 e 14 de outubro – palestra na Secretaria Municipal de Finanças;
  • Dias 16 e 21 de outubro – palestra na Musashi;
  • Dias 17 e 18 de outubro – palestra na Digitron;
  • Dia 19 de outubro – será montado um estande no Santuário de São José Operário, na rua Visconde de Porto Alegre, bairro Praça 14;
  • Dia 28 de outubro – palestra na Yamaha Motor;
  • Dia 29 de outubro – palestra na empresa Portal Vidros;
  • Dia 30 de outubro – encerramento com a tradicional “Caminhada das Vitoriosas”, que ocorrerá na orla da praia da Ponta Negra.

Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •