Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Gazeta Esportiva – O tempo de Antony no São Paulo já se encaminha para o final. Vendido ao Ajax, o atacante fica até o fim de junho no clube e pode até não vestir mais a camisa tricolor caso as atividades só voltem no segundo semestre. Na sexta-feira 98), Pablo, que é um de seus possíveis substitutos, não poupou elogios ao companheiro de equipe e lamentou a sua saída.

“O Antony é um craque, então essa perda dele para o futebol europeu é uma coisa que aconteceria pela qualidade que ele tem e pelo nível que é esse garoto. O Antony é um craque”, disse Pablo em entrevista aos canais Espn.

Versátil, o camisa 9 são-paulino foi utilizado com frequência pelos lados do ataque desde quando Fernando Diniz chegou ao clube. Por isso, Pablo se colocou à disposição para substituir o jovem atacante pela ponta-direita.

“Quem vai decidir quem vai jogar naquela posição é o Fernando. Eu joguei alguns jogos ali, me sinto confortável, o Fernando sabe onde eu posso ajudar a equipe. Eu lembro quando o Helinho se machucou no começo da temporada, o Pato entrou e ele conversou comigo que iria me colocar na ponta direita para o Pato ficar mais centralizado. E a equipe estava vindo em um bom momento mesmo quando o Antony não estava. A gente sabe que a perda do Antony ao futebol europeu vai ser muito difícil para a nossa equipe, mas era algo que iria acontecer”, analisou o jogador.

Pablo chegou ao São Paulo ainda no ano passado depois de um 2018 de destaque pelo Athletico-PR, sendo o artilheiro do Furacão na conquista da Sul-Americana jogando como centroavante. Pelo Tricolor Paulista, o versátil atacante vem sofrendo com sequência de lesões e ainda não conseguiu ter uma continuidade de bolas na rede como foi pelo seu antigo clube. Até aqui, são apenas 10 gols em 41 jogos com a camisa são-paulina.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •