Reprodução Redes Sociais
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um padre desejou a morte de católicos que estão evitando ir às missas para se proteger do novo coronavírus durante homilia na paróquia São João Batista, em Visconde do Rio Branco, em Minas Gerais. Com informações de Metrópoles.

Enquanto proferia a missa, Antônio Firmino disse que os fiéis que não estão no grupo de risco, mas que aguardam a vicina contra a Covid-19 para sair de casa, deveriam “morrer antes” da criação do antídoto viral.

A fala foi gravada durante transmissão ao vivo da celebração, que ocorreu nesse domingo (23) e gerou polêmica nas redes sociais. Apesar da repercussão, o vídeo continua disponível no perfil oficial da igreja.

Durante homilia, ele desafiou e questionou a fé dos que estão evitando aglomerações e locais fechados. “Então a gente vai vendo quem realmente ama a eucaristia”, alfinetou.

“Porque alguns católicos, engraçado, que tem saúde e tem tudo e dizem: ‘Eu só vou na igreja quando tiver vacina’. Tomara que não apareça vacina para essas pessoas. Ou que morram antes da vacina chegar. Porque existem pessoas que não tem problema nenhum, que não estão no grupo de risco. Mas isso significa que a pessoa não tem fé nenhuma”, continuou.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •