Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Como parte das ações da Campanha Setembro Amarelo, que tem como foco a prevenção ao suicídio, a Prefeitura de Manaus realizou na manhã de quarta-feira, 25/5, uma palestra que envolveu jovens atendidos pela Unidade Básica de Saúde (UBS) Maria de Fátima Mafra de Andrade, situada na rua 52, bairro Amazonino Mendes, zona norte.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) tem buscado conscientizar a população para a importância de conhecer as causas do suicídio e formas de prevenção, assim como buscar os serviços que são oferecidos para o tratamento dos usuários pela rede municipal.

A enfermeira Patrícia Santana da Silva, gestora da UBS, explicou que a ideia da iniciativa é mobilizar a comunidade sobre a importância de conhecer mais sobre o suicídio e tomar medidas preventivas.

“Todos os dias vemos casos de jovens que cometem suicídio e precisamos tratar desse assunto em todos os lugares, inclusive na família. A nossa proposta com este evento é compartilhar informações, esclarecer, conscientizar e estimular o diálogo abrindo espaço para profissionais e para a comunidade”, disse a gestora Patrícia.

Durante o evento, alunos finalistas da escola estadual José Bernardino Lindoso e pais participaram de palestras com os psicólogos Marco Aurélio de Matos, que também é cirurgião-dentista da UBS, e com o André Ramos, além dos acadêmicos do 9º período de enfermagem da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), que orientaram os presentes sobre causas e prevenção do suicídio.

“O público mais afetado pela depressão, atualmente, está entre jovens de 15 a 29 anos e o número de suicídio está em constante crescimento, sendo Manaus a cidade amazonense com o maior registro de casos”, informa o psicólogo André Ramos, que apontou como necessárias medidas preventivas para alertar a população e conscientizar sobre as causas e formas de tratamento. 

A aluna Nicole Sousa, 17, que participou do evento, disse que nunca havia participado de palestras com essa temática e que pôde saber mais sobre a Campanha Setembro Amarelo. “É muito importante ficarmos cientes sobre o Setembro Amarelo. Às vezes, alguém próximo de nós pode estar com alguma doença emocional e que pode levar ao suicídio. Sabendo como ajudar facilita para, quem sabe, salvarmos uma vida”, sugeriu.

Cultura da paz é tema no Setembro Amarelo

A cultura da paz em valorização da vida é um dos temas abordados esta semana pela Semsa, por meio da Gerência de Promoção da Saúde (GPROS), nas ações do Setembro Amarelo, campanha de conscientização sobre prevenção ao suicídio.

A programação acontece nas UBSs e também vão ser realizadas nas ações do ‘Saúde nas Galerias’, no Shopping Phelippe Daou (zona Leste) nesta quinta-feira, 26/9, e nas galerias do Espírito Santo e dos Remédios, no Centro de Manaus, na sexta-feira, 27/9.

“As ações são direcionadas para destacar a importância do combate a qualquer tipo de violência e de focar em ações que possam promover uma cultura da paz na sociedade, o que envolve a adoção de uma série de atitudes, entre elas a promoção da saúde, o respeito à vida de todas as pessoas sem qualquer tipo de discriminação, rejeição à violência física, social ou econômica, e a defesa da liberdade de expressão e diversidade cultural. São ações que ajudam a prevenir a violência e na proteção à saúde e vida das pessoas”, explica a chefe do Núcleo de Prevenção a Riscos à Saúde por Causas Externas da Semsa, Wanderglicer da Silva Chaves.

Na UBS Almir Pedreira, Lagoa Verde, zona Sul, a ação realizada na última terça-feira, 24/9, foi direcionada para os servidores da própria Unidade de Saúde e também das Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) – Sul 08, no bairro Nova República, da UBSF – Sul 19, no bairro São Lázaro, e na UBSF – Sul 20, no bairro Crespo, abordando a cultura da paz, prevenção ao suicídio e a importância da notificação de casos de violência.

Para a enfermeira Camila Miranda de Carvalho, da UBSF – Sul 19, a atividade foi extremamente valiosa por ser direcionada para os servidores. “Cuidamos muito do outro, mas esquecemos de cuidar da gente, por isso foi muito importante essa atividade e concluímos com uma nova visão mais ampliada para acolher melhor os colegas e a também os pacientes”, afirmou a enfermeira.

De acordo com a diretora da UBS Almir Pedreira, Fernanda Gabriela de Araújo, as ações do Setembro Amarelo também são uma oportunidade de aumentar a sensibilidade nos serviços de saúde de prevenção ao suicídio. “É importante ter um olhar criterioso na identificação daquele paciente que algumas vezes chega realmente pedindo socorro com um gesto, uma palavra ou uma atitude, que não se consegue identificar de forma imediata, e assim fazer encaminhamento para o atendimento necessário”, destacou Fernanda Gabriela.

 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •