Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O pastor José Aprídio, de 53 anos, da Igreja Assembleia de Deus da Madureira, foi preso em flagrante na madrugada da última segunda-feira (27) por estuprar uma menina de 12 anos dentro do templo na cidade de Ouro Branco, no interior de Alagoas.

Após denúncia anônima, policiais militares do Centro Integrado de Segurança Pública (Cisp) se dirigiram até à igreja e, ao baterem à porta, foram recebidos pelo pastor, que usava apenas cueca. A menina foi encontrada dentro da igreja, deitada em um colchão.

Questionado se tinha alguém com ele no local, aparentando naturalidade, o homem respondeu que sim, estaria com a namorada, foi quando os policiais verificaram se tratar da menina de 12 anos, que estava deitada em um colchão, onde o homem também dormia.

Naquele momento, o homem foi preso em flagrante. A menina teria confirmado a versão do pastor. Os pais da jovem, segundo informações, pertencem à congregação religiosa liderada pelo preso. A menina foi levada para a casa de parentes por membros do Conselho Tutelar de Ouro Branco.

O pastor passou por audiência de custódia e teve a prisão mantida. Ele segue preso no Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) de Ouro Branco, onde divide cela com outro detento e aguarda, ainda sem previsão, transferência para o sistema prisional.

 


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •