Foto : Juan Pablo Azabache Manaya
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O número de casos confirmados de covid-19 no Peru superou os 104 mil, informou o Ministério da Saúde nessa quarta-feira (20). A pandemia pressiona a demanda por medicamentos, cujos preços subiram nos últimos dias. As informações são de Reuters e Agência Brasil.

Existem 104.020 casos confirmados no país, e o número de mortes aumentou para 3.024, ante 2.914 no dia anterior, de acordo com o ministério.

O Peru está em isolamento até 24 de maio, em um esforço para diminuir o impacto da doença, que quase paralisou a economia local e deixou milhões desempregados.

O número de casos confirmados no Peru é segundo maior da América Latina, atrás do Brasil, e dobrou em duas semanas, sobrecarregando hospitais e levando à escassez de medicamentos usados no tratamento da infecção pelo novo coronavírus.

A polícia visitou várias farmácias em Lima, em meio a relatos de que os preços de remédios básicos, como paracetamol e o antibiótico amoxicilina, subiram dez vezes.

O presidente Martín Vizcarra anunciou que as farmácias serão obrigadas a adicionar uma lista aos estoques de medicamentos genéricos que devem fornecer.

O Peru teve o primeiro caso confirmado de coronavírus em 6 de março e atingiu mil infecções 25 dias depois. O país superou 10 mil casos em mais 14 dias, segundo contagem da Reuters.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •