Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O ex-governador Amazonino Mendes, mesmo com inquebrantável ou indissolúvel, digamos assim, relação de ódio e amor com o eleitor, continua o queridinho dos amazonenses desde que, lá pelos idos dos anos 80  largou a advocacia e a iniciativa privada para se entregar de corpo e alma à política partidária.

Perdeu para Eduardo Braga e Serafim Correa e mais recentemente, para desconhecido e bisonho radialista Wilson Lima.

Birra do eleitor.

Mas, se perguntasse a esse mesmo eleitor “se ainda gosta dele”, responderia: ” tenho ódio e morro de amor por ele”, não é mesmo Roberta Miranda?

Pois é.

Esse mesmo eleitor, que colocou Amazonino Mendes por três momentos da história da política do Amazonas de escanteio já está de namoro com o “velho comunista”.

Em pesquisa realizada pelo Instituto Pontual Pesquisa eis que surge vivo, forte politicamente, o queridinho do amazonense com quase 10 pontos percentuais de diferença do segundo colocado na intenção de votos.

São 19,8% obtidos na pesquisa no período do dia 21 a 30 de setembro com 1.200 eleitores contra 10,9% do ex-deputado David Almeida, e 9,2% deputado José Ricardo.

A rejeição apontada pela Pontual não é tão favorável ao ex-governador. De acordo com a pesquisa, ele aparece com 14,7% de rejeição, o segundo com maior índice de reprovação depois do campeão Eduardo Braga, que aparece com 20,1%.

Por outra perspectiva, o deputado Marcelo Ramos, por exemplo, em absoluta ascensão política, que conta apenas com 2,% de rejeição, na intenção de votos ficou a quilômetros de distância de Amazonino Mendes, com apenas 2,3%.

Veja a pesquisa na íntegra


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •