FOTO: ROBERVALDO ROCHA / CMM
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

De autoria do vereador Fransuá (PV), o Projeto de Lei número 139/2020, que autoriza o uso da telemedicina em qualquer atividade da área de saúde, durante a crise causada pelo novo coronavírus, foi aprovado nesta segunda-feira (06) na Câmara Municipal de Manaus (CMM) e segue para a sanção do prefeito Arthur Virgílio Neto. A medida deverá beneficiar tanto os profissionais, quanto os pacientes, principalmente os que estão no grupo de risco de doenças como a Covid-19.

“Atualmente, o uso da telemedicina nos atendimentos médicos mais simples não é uma opção, é uma necessidade”, observou o parlamentar.

Fransuá destacou que o exercício da telemedicina deve ser realizado em quaisquer atividades da área de saúde, pois muitas pessoas que precisam do serviço são do grupo de risco e, por medo de se deslocarem até uma unidade hospitalar e, por conseguinte, agravar ainda mais o quadro de saúde, terem como opção de atendimento de forma remota, permitindo a interpretação de exames, diagnósticos e a emissão de laudos médicos a distância.

Ainda, segundo Fransuá, a crise ocasionada pela covid-19 provocou um aumento demasiado na demanda por atendimento médico, comprometendo ainda mais o serviço que, em dias comuns já é bastante complicado, com a alta demanda pode comprometer ainda mais, além de estressar o serviço médico.

O projeto apresentado pelo vereador Fransuá requer dispensa de qualquer requisito burocrático para o exercício da telemedicina.

“O mais importante é assegurar à nossa população a continuidade do atendimento. E, ainda desafogar as salas de espera de hospitais, consultórios e clínicas durante a pandemia” defende Fransuá.

Entende-se por telemedicina, o exercício da medicina mediado por tecnologias para fins de assistência, pesquisa, prevenção de doenças, lesões e promoção de saúde, que oferece suporte diagnóstico de forma remota, permitindo a interpretação de exames e a emissão de laudos médicos a distância. E conta com o apoio das Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs).


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •