Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Projeto de Lei de nº 413/2019, de autoria do vereador Professor Samuel (PL) que institui no âmbito municipal o Dia da Mulher Adventista, foi deliberado em sessão ordinária virtual realizada na última segunda feira, dia 08.

A proposta institui o primeiro sábado do mês de junho como o Dia Municipal da Mulher Adventista e visa, essencialmente, reconhecer o trabalho social e humanitário que essas mulheres fazem no mundo e em especial no município de Manaus. Atualmente na cidade de Manaus são mais de 60.000 mil mulheres adventistas, entre jovens e adultas.

Na justificativa do PL, Professor Samuel informa que as atividades sociais e humanitárias são realizadas durante todo ano em diferentes frentes de ações como tipos de projetos sociais. Entre eles o Projeto “Quebrando o Silêncio”: que visa informar e alertar a população sobre abuso de crianças, violência contra as mulheres, violência contra idosos, depressão, suicídio e meio ambiente.

Outro trabalho feito pelo ministério é chamado “Vidas por Vidas” — um projeto em que muitas mulheres saem para doar sangue na Fundação Hospitalar de Hematologia e Hemoterapia do Amazonas – Hemoam, ajudando a manter um equilíbrio no número de bolsas de sangue. Essas mulheres em sua maioria são jovens entre 18 a 45 anos. A ação mobiliza não somente os jovens adventistas, mas outras pessoas a participar voluntariamente da doação de sangue em hospitais e hemocentros de Manaus.

E, por último, o “Mutirão de Natal”, mais um projeto de alto alcance social e humanitário na cidade. Todos os anos por ocasião das festividades natalinas, milhares de mulheres se mobilizam em arrecadar alimentos de primeira necessidade, a fim de oportunizar milhares de famílias de baixa renda. Com esse projeto milhares de pessoas já foram contempladas com cestas básicas e entregue centenas de toneladas de alimentos.

“Esses são apenas três de muitos projetos que o ministério da Mulher da Igreja Adventista do Sétimo Dia trabalha seguindo o exemplo de Jesus, estendendo a mão para alcançar vidas, encorajar, inspirar e envolver pessoas”, explicou o autor da proposta.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •