Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O policial militar Antônio Amaral Viana, 27 anos, lotado na 28ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), que reagiu a um assalto no início deste mês no bairro da Colônia Antônio Aleixo, Zona Leste de Manaus, e acabou baleado nas costas, faleceu ontem à noite por volta de 22h40, no Hospital e Pronto-Socorro João Lúcio, onde estava internado desde o dia 3.

Antônio Amaral, estava a paisana em sua motocicleta quando foi abordado por dois elementos que tentaram levar a moto, ele reagiu ferindo ao assalto ainda Ademir Carvalho de Andrade, que é filho de um sargento da Polícia Militar, que continua internado no Pronto-Socorro João Lúcio.

De acordo com informações de familiares a filha de Antônio Viana, nasceu no último domingo, dia 15. “Parece que ele só estava esperando a filha nascer”, disse um policial militar, revoltado com morte do amigo de farda.

Antônio Viana, lutou dias pela vida e a esposa, mesmo grávida de nove meses, esteve ao lado do esposo até dar a luz. Os amigos de fardas estavam fazendo uma campanha para comprar um colchão apropriado para o militar e chegaram a comprar um óleo para passar no corpo e assim evitar o aparecimento de feridas.

O corpo de Antônio Viana, está sendo velado na Funerária São Francisco, localizada na Avenida Carvalho Leal, no bairro de Cachoeirinha ao lado do terminal de ônibus, na Zona Sul de Manaus.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •