Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O advogado Marcelo Amil, presidente do Partido da Mobilização Nacional no Amazonas, foi indicado como pré-candidato da sigla a prefeito de Manaus na eleição 2020. A escolha aconteceu noite da quinta-feira (26) na solenidade de posse da nova Diretoria Executiva do Município do PMN.

Com a volta para a essência do seu viés político, o partido vê em Marcelo Amil a oportunidade de traçar novos rumos ao cenário político local.

“A vida inteira sempre enfrentei muitos desafios. Sempre os enfrentei de cabeça erguida e com serenidade. O Brasil vive um momento excepcional, que exige posturas excepcionais. Recebo com sobriedade a indicação dos meus colegas de partido e, a partir de hoje, me dedico exclusivamente a viabilizar uma chapa completa, com 62 candidatos a vereador, pois esse é um esteio fundamental para a viabilização de um projeto. Historicamente, Manaus sempre apostou em candidaturas com ideias diferentes e viáveis, e acredito que esse sentimento se mantém no manauara. Vou continuar estudando os problemas da cidade, apostando em soluções que entendo como viáveis. Manaus não pode se dissociar do momento histórico que o Brasil vive, sendo um dos bolsões de resistência a uma corrente, que acha que pensar em pobres é um pecado. Eu vou pensar numa Manaus para todos. Vou tratar os iguais como iguais, e os diferentes com as diferenças que lhe forem pecualiares”, diz.

Durante a solenidade, foram apresentados os novos integrantes do diretório municipal. Os empossados são Luiz Carlos Marques como presidente; Fredson Cumapa como vice-presente; Carlos Henrique Silva como secretário geral; César Dantas como vogal e Fabíola Silva como tesoureira.

O presidente do diretório,o sociólogo Luiz Carlos, destaca os desafios da Nova Diretoria.

“O grande desafio nesse momento é descobrir como poderemos resgatar a política, que está sendo descredibilizada. Isso é um fenômeno mundial e os partidos políticos estão no foco disso. Muitos deles mudaram o real sentido do que é fazer política para benefício próprio. Utilizando do poder para o favorecimento ilícito. O nosso objetivo é mudar isso, fazendo com que as pessoas voltem a acreditar no processo político. Nossa diretoria é composta por pessoas jovens, que vão chamar a população para o debate, com o objetivo de resgatar o sentimento real de democracia”.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •