Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na manhã de quinta-feira (07/11), por volta das 11h, a equipe de investigação da Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), sob o comando da delegada Elizabeth de Paula, titular da especializada, cumpriu mandado de busca e apreensão em nome de um adolescente de 16 anos, por ato infracional análogo ao crime de estupro de vulnerável. A ação policial ocorreu na rua Monte Horebe, bairro Novo Israel, na zona norte da capital.

De acordo com a titular da Deaai, o crime ocorreu no dia 7 de março deste ano. Na ocasião, o infrator, acompanhado de outros dois comparsas, teria tentando estuprar uma criança de 11 anos. O ato infracional aconteceu nas dependências de uma escola municipal, situada no bairro Tarumã, na zona oeste de Manaus.

“Em depoimento, a vítima relatou que sofreu ameaça dos infratores para que não comunicasse os abusos a ninguém, e que os três indivíduos já haviam tentando cometer o delito em outras ocasiões. Após diligências que constataram a existência dos abusos sexuais, solicitei o mandado de busca e apreensão em nome dele, que foi cumprido hoje”, explicou a delegada Elizabeth de Paula.

Conforme a titular da especializada, os outros dois comparsas do adolescente já estão internados em decorrência do cometimento do mesmo ato infracional. A ordem judicial em nome do adolescente de 16 anos foi expedida no dia 8 de outubro deste ano, pelo juiz Eliezer Fernandes Júnior, do Juizado da Infância e da Juventude Infracional (Jiji).

Procedimentos – O adolescente irá responder por ato infracional análogo ao crime de estupro de vulnerável. Após os procedimentos na especializada, ele foi encaminhado ao Centro Socioeducativo Marise Mendes, situado na travessa A, bairro Alvorada, zona centro-oeste da capital.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •