Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Policiais civis do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), em ação conjunta com a Delegacia Fluvial (Deflu), agentes da Receita Federal e Secretaria Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai), prenderam em flagrante, na madrugada desta quinta-feira (8/8), por volta de meia-noite e meia, Fernando Garcia Vargas, 27, e João Batista Peres Brasil, 40, com 35 quilos de drogas, sendo 30 de maconha do tipo skunk e cinco de oxi, durante buscas em uma embarcação no porto da Manaus Moderna, no bairro Centro, zona sul da capital.

A delegada Tamara Albano, diretora-adjunta do Denarc, falou na tarde desta quinta-feira (8/8), durante coletiva de imprensa realizada às 14h30, no prédio da Delegacia Geral, sobre o resultado da ação. Conforme Albano, as investigações duraram cerca de dez dias e foram iniciadas após as equipes obterem informações de que uma embarcação vinda do município de Anori, distante 195 quilômetros em linha reta da capital, atracaria no porto de Manaus e estaria trazendo um carregamento de drogas para a capital.

“Antes que a embarcação atracasse, fomos até o barco. Tivemos o auxílio de um agente canino da Receita Federal durante as buscas. O material entorpecente foi encontrado embaixo das redes, dentro das bagagens da dupla, que estava como passageiros na embarcação. Apreendemos 30 quilos de maconha do tipo skunk e cinco quilos de oxi. A mercadoria ilícita está avaliada em R$ 170 mil. Imediatamente dei voz de prisão aos infratores. Estamos verificando o fornecedor dessas drogas, mas posso afirmar que se trata de mais de um fornecedor”, disse Albano.

Segundo a autoridade policial, o apoio dos policiais lotados na Deflu, servidores da Seai e agentes da Receita Federal, incluindo o cão farejador, foi crucial para as prisões dos infratores e apreensão do material ilícito.

Flagrante– Fernando e João foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o tráfico de drogas. Ao término dos procedimentos cabíveis na base do Denarc, os dois serão levados para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •