Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Policiais civis da 63ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Pauini, em conjunto com policiais militares, na terça (9), cumpriram dois mandados de prisão preventiva em nome de Edson Nascimento da Silva, 19, conhecido como ‘Dizon’, e Weden Norberto Venâncio, 18, chamado de ‘Preozinho’, por envolvimento no homicídio de Júnior Gayoso. O crime ocorreu no dia 25 de maio deste ano, naquele município.

O investigador de polícia André Sergey, gestor da unidade policial, informou que o crime ocorreu quando eles estavam ingerindo bebidas alcoólicas e Weden teve uma briga com a vítima. Em seguida, ‘Preozinho’ retornou com Edson e Euvaíde Pereira Pequeno e mataram o homem.

Euvaíde, que tinha 32 anos e também estava envolvido na ação criminosa, morreu, no último sábado (06/09), após ter trocado tiros com uma equipe de policiais militares.

“As equipes receberam informações sobre o paradeiro de Euvaíde no bairro Cidade Alta, em Pauini. Os policiais militares se dirigiram até o endereço delatado e foram recebidos com disparos de arma de fogo, efetuados por ele e seus comparsas. Entretanto, os policiais revidaram e atingiram o infrator, que não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. Os demais indivíduos empreenderam fuga do local”, explicou Sergey.

Ainda de acordo com o investigador, dando continuidade às diligências, policiais da 63ª DIP conseguiram localizar e prender Edson e Weden na tarde desta terça. Os mandados de prisão preventiva em nome dos infratores foram expedidos no dia 3 de junho deste ano, pelo juiz Emmanuel Ormond de Souza, da Vara Única da Comarca de Pauini.

Procedimentos – Edson e Weden foram indiciados por homicídio. Ao término dos procedimentos cabíveis, eles irão permanecer na carceragem da unidade policial à disposição da Justiça. As informações são de Assessoria da Polícia Civil.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •