Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Policiais civis da Delegacia Especializada em Crimes Contra à Mulher (DECCM), sob o comando da delegada-geral Emília Ferraz e coordenação da delegada Acácia Pacheco, titular da Especializada, cumpriram, na quarta-feira (03/06), por volta das 9h, mandado de prisão preventiva em nome de um homem de 37 anos, por descumprir medidas protetivas em favor de sua ex-companheira, uma mulher de 26 anos. O indivíduo foi preso na residência dele, no bairro Alvorada, zona centro-oeste da capital.

Segundo a delegada Acácia Pacheco, a vítima e o homem mantiveram um relacionamento e há oito anos estão separados. O infrator, por não aceitar o fim da relação, passou a perseguir a ex-companheira, fazer ameaças, xingar e a expor a mesma a situações constrangedoras em locais públicos. Por conta disso, a mulher resolveu registrar um Boletim de Ocorrência (BO) e solicitou medidas protetivas.

“Em depoimento, a vítima disse que o homem estava acostumado a fazer confusão na rua, colocava o filho contra ela por meio da alienação parental. No dia 1º de março deste ano, ele só parou de gritar na rua quando percebeu que estava sendo gravado por ela. Então, decidimos entrar com um pedido de descumprimento e o juiz expediu o mandado de prisão que foi cumprido no dia de hoje (quarta)”, explicou Pacheco.

Ainda segundo a delegada, o homem nega que tenha cometido os atos e diz que só quer tentar ficar com o filho, o que a mãe não permite.

Procedimentos – O homem foi encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde passará pelos procedimentos cabíveis e permanecerá encarcerado à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria da PC


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •