Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), da Polícia Civil do Amazonas, prendeu na noite de sexta-feira (24/01) Helymar Santos Cabo Verde, 28, em cumprimento de mandado de prisão por furto qualificado. A prisão do homem ocorreu no Centro, zona sul de Manaus.

Helymar é autor de furto a uma loja situada no conjunto Vieiralves, bairro Nossa Senhora das Graças, zona centro-sul, ocorrido no dia 8 de dezembro de 2019. Na ocasião do delito, o infrator subtraiu cerca de R$ 30 mil do estabelecimento comercial.

Conforme o titular da DERFD, delegado Aldeney Goes, o infrator é especialista em romper portas de vidro de estabelecimentos comerciais, sendo suspeito de ter praticado, aproximadamente, 30 furtos a comércios naquela área da cidade.

“Ele confessa todos os delitos. Praticou furtos em cima de furtos. Era especialista em portas de vidro, janelas de vidro. Então, ele agia rápido. O prejuízo estimado é de mais de R$ 100 mil, porque só em duas lojas, em uma ele levou R$ 30 mil declarados pelas vítimas, em outra R$ 20 mil. Sem falar notebooks, telas planas, TVs. O que ele podia levar, ele levava”, disse o titular da Derfd.

O secretário de Segurança, coronel Louismar Bonates, destaca que o homem já possui passagens pela polícia. “Essa já é a quinta vez que ele passou pela penitenciária. O que acontece é que ele passa pouco tempo e volta a fazer novamente. Nós tivemos essa informação em dezembro”, disse.

Procedimentos – Helymar foi indiciado por furto qualificado em razão do delito ocorrido no dia 8 de dezembro de 2019. Ele também será investigado pelas equipes da especializada pela participação nos outros furtos. Ao término dos procedimentos cabíveis na DERFD, o infrator será levado para audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis.

“A gente faz um pedido ao magistrado. Como foi visto, ele entrou cinco vezes na prisão. Que dessa vez seja uma pena maior para que a gente não tenha esse problema”, disse o presidente da CDL, Ralph Assayag, que esteve presente na coletiva de imprensa.

Denúncias – O delegado-geral Lázaro Ramos ressaltou a importância da participação da população para as investigações. “Queremos pedir à população que continue colaborando conosco através do 181, que é mais uma ferramenta de investigação nossa”.

Com informações da assessoria da PC


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •