Delegado Cícero Túlio
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), em continuidade à operação “Cova Rasa”, cumpriu, na manhã de segunda-feira (17/02), por volta das 9h, mandado de prisão temporária em nome de José Sampaio de Souza Junior, também conhecido como “Juninho”, 31, por envolvimento em uma quadrilha especializada em desmanche de veículos roubados ou furtados na capital.

Conforme o delegado Cícero Túlio, titular da Derfv, a operação, que está sedo deflagrada há duas semanas, tem como objetivo reprimir a prática de desmanche de veículos roubados e desarticular uma quadrilha que atua na capital. A autoridade policial destacou que o grupo, que “Juninho” integra, já vem sendo investigado há cinco meses. Durante os trabalhos, foi contatado que o esquema criminoso ocorre a dois anos.

Segundo Túlio, José Junior era responsável por gerenciar o esquema criminoso. As peças dos veículos roubados ou furtados eram levadas para o desmanche e em ato continuo eram vendidas em uma loja onde o indivíduo era o proprietário.

“Após o mandado de prisão de ‘Juninho’ ser expedido começamos a realizar diligências com intuito de localizá-lo. O infrator se apresentou nesta manhã na sede da especializada. Durante depoimento, ele disse que vai colaborar com as investigações, com isso, a operação teve mais uma etapa exitosa cumprida. As investigações irão continuar na busca por outros envolvidos na prática criminosa”, declarou Cícero Túlio.

Operação – Ainda segundo o titular da Derfv, nas últimas duas semanas, a operação está sendo deflagrada para localizar e prender os envolvidos no esquema criminoso. Ao longo dos trabalhos, três carros foram localizados e um cemitério de desmanche de veículo foi encontrado na Rodovia Federal BR-174.

Segundo o delegado, durante as investigações, a equipe da especializada realizou as prisões de Erivan Abreu da Silva, 30; Anderson Diogo Alves de Andrade, 29, e Tarcisio da Silva Tavares, 27, que faziam parte do bando. O delegado disse, também, que durante os depoimentos, os três indivíduos apontaram “Juninho” como o chefe do grupo.

Procedimentos – José Junior foi indiciado por roubo majorado, furto qualificado e receptação qualificada. Após os trâmites cabíveis na unidade policial, ele será encaminhado para a audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul da capital.

Com informações da assessoria da PC


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •