Delegado Antônio Rondon Júnior
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na manhã de quinta-feira (30/07), por volta das 9h30, policiais civis do 11° Distrito Integrado de Polícia (DIP) cumpriram três mandados de prisão preventiva, sendo dois por tráfico de drogas e um por homicídio qualificado, em nome de Charles Rodrigo Belo, 30, conhecido como “BAD”. A prisão ocorreu na rua das Sorvas, conjunto Ouro Verde, bairro Coroado, zona leste da capital.

De acordo com o delegado Antônio Rondon Júnior, titular da unidade policial, um dos mandados de prisão pelo crime de tráfico de drogas foi cumprido por força de sentença condenatória e o outro foi representado pela autoridade policial, após diligências em torno do mesmo crime, que tiveram início a partir de denúncias anônimas feitas no 11º DIP, informando que Charles estaria envolvido em comercialização de entorpecentes, nas proximidades de sua residência, no endereço da prisão.

“No dia 15 de maio deste ano, as nossas equipes estiveram na casa de Charles, e, durante revista, foram encontrados e apreendidos materiais entorpecentes. Na ocasião, ao perceber a presença da polícia, ele fugiu do lugar e deixou a esposa dele, que à época foi autuada em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Porém, na manhã desta quinta-feira, quando estivemos na residência do indivíduo, ele tentou fugir pela janela do segundo andar do imóvel, que faz fundo para uma área de mata, mas desta vez, ele não obteve sucesso e conseguimos efetuar a prisão dele”, afirmou Rondon.

O delegado relatou ainda que, na delegacia, durante procedimentos cabíveis e pesquisa no Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), constatou-se que ele já responde por seis processos no Tribunal de Justiça do Estado do Amazonas (TJ-AM), sendo três deles ainda em aberto.

Segundo a autoridade policial, o terceiro mandado em nome de Charles é pelo crime de homicídio qualificado, no qual ele é apontado como um dos coautores da morte de Jean de Brito Albano, por decapitação. Este fato ocorreu no dia 31 de maio de 2017, na rua Barão do Rio Branco, bairro Flores, zona centro-sul da capital.

Conforme Rondon, a ordem judicial impetrada por ele à Justiça, em nome do envolvido, foi expedida no dia 26 de junho deste ano, pelo Juiz George Hamilton Lins Barroso da 1ª Vara do Tribunal do Júri.

Procedimentos – No 11º DIP, o infrator foi autuado em cumprimento aos dois mandados de prisão por tráfico de drogas. Ao término dos procedimentos naquela unidade policial, ele será encaminhado para a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), onde será interrogado pelo crime de homicídio qualificado. Após os procedimentos cabíveis na DEHS, Charles será encaminhado à Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde irá passar por audiência de custódia via videoconferência.

Com informações da assessoria da PC


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •