Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), deflagrou na madrugada de quarta-feira (27/05), uma ação policial que resultou na prisão, em flagrante, de Frank Lima da Costa, 34, e na apreensão de aproximadamente 85 quilos de maconha do tipo skunk. O indivíduo foi preso e a droga apreendida em uma embarcação oriunda do município de Tefé (distante 123 quilômetros em linha reta da capital).

A ação foi resultante de trabalho em conjunto dos policiais civis do Grupo Força Especial de Resgate e Assalto (Fera), da Delegacia Interativa de Polícia (DIP), de Manacapuru, Delegacia Fluvial (Deflu) e agentes da Receita Federal. Conforme o delegado Paulo Mavignier, diretor do Denarc e que coordenou os trabalhos, a ação foi desencadeada após denúncia anônima feita por meio do número 181, o disque-denúncia da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). 

De acordo com o delegado, a embarcação foi abordada no rio Solimões, nas proximidades de Manacapuru (município distante 68 quilômetros em linha reta da capital). No momento da abordagem, as equipes iniciaram revista e em um bote de alumínio que estava no convés do barco, o cão ‘Odin’, da Receita Federal, detectou substâncias entorpecentes no bote.

“As drogas estavam camufladas nos assentos do bote. Ao todo, foram encontrados 85 pacotes contendo maconha do tipo skunk. Ao ser questionada, a tripulação informou que o bote estava sendo trazido para Manaus por um passageiro, posteriormente identificado como Frank, e que ele estava em um dos camarotes do barco”, explicou Mavignier.

Após a prisão do infrator, ele informou que iria receber a quantia de R$ 20 mil para trazer a substância ilícita para Manaus. “Agora, as investigações em torno do caso irão continuar para identificarmos o remetente e a pessoa que iria receber a droga em Manaus, bem como todas as pessoas envolvidas na logística da substância ilícita”, pontuou o diretor do Denarc.

O delegado Juan Valério, coordenador do Grupo Fera, destacou a ação da equipe de elite da Polícia Civil. “A partir das informações repassadas pelo Denarc, colocamos em prática a tática que empregamos na ação, visto que se tratava de uma operação de risco, tendo em vista o horário e por ser abordagem fluvial. Quando avistamos a embarcação, realizamos a abordagem de maneira furtiva e célere”, disse Valério.

Roberto Cesarino, agente da Receita Federal, enfatizou a parceria da Polícia Civil com o órgão nessas ações. “Estamos trabalhando já há algum tempo em parceria com a Polícia Civil, por meio do Denarc. Na operação desta madrugada, ela foi demorada porque ficamos de campana aguardando a embarcação que foi deletada. Entretanto, após a abordagem, o ‘Odin’ levou apenas 30 segundos para encontrar a droga escondida no bote”, destacou Cesarino.

Procedimentos – Frank foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. O infrator foi levado para a DIP de Manacapuru, onde ficará até passar por audiência de custódia.

Com informações da assessoria da PC


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •