Delegada Débora Mafra
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na quarta-feira (04/02), por volta das 15h, a equipe de investigação da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM) da zona centro-sul, sob a coordenação da delegada Débora Mafra, titular da especializada, prendeu, em flagrante, um industriário de 45 anos. Os motivos foram ameaça, injúria, lesão corporal, cárcere privado e danos cometidos contra a própria companheira, uma professora de 36 anos. A prisão ocorreu na residência do casal, situada no conjunto Galiléia, bairro Cidade Nova, zona norte de Manaus.

De acordo com a autoridade policial, na noite de segunda-feira (03/02), o infrator manteve a vítima presa na casa onde moram. Na ocasião, os dois discutiam. Em um dado momento, o industriário quebrou um guarda-roupa e lesionou a vítima, utilizando a porta do móvel. Ao longo da manhã desta terça-feira, o infrator continuou injuriando e ameaçando de morte a companheira dele.

“Em depoimento, a vítima alegou que o infrator a ameaçava e relatava que iria matá-la e enterrar o corpo dela no quintal da casa deles. Temendo pela própria vida, a professora resolveu procurar a sede da especializada para comunicar o que estava ocorrendo. Assim que tomamos conhecimento do fato, nos deslocamos à residência do casal, onde o infrator recebeu voz de prisão”, explicou Mafra.

Procedimentos – Conduzido ao prédio da DECCM, o industriário foi autuado em flagrante por ameaça, injúria, lesão corporal, cárcere privado e danos. Ao término dos trâmites cabíveis, ele será encaminhado para a audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, no bairro São Francisco, zona sul da capital.

Com informações da assessorai da PC


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •