Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Policiais civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), sob a coordenação dos delegados Paulo Martins e Charles Araújo, respectivamente, titular e adjunto da especializada, prenderam na manhã de quinta-feira (28/05), por volta das 7h, Thailson Marques Silveira, 20, conhecido como “Rato”, em cumprimento a um mandado de prisão temporária pelo envolvimento no homicídio de Almiro Andrade da Silva, que tinha 22 anos. O crime aconteceu na noite do dia 15 de maio deste ano, por volta das 19h, na rua Domingos Enéias da Frota, bairro Gilberto Mestrinho, zona leste de Manaus.

Conforme o delegado Paulo Martins, as equipes da especializada conseguiram localizar o infrator na residência dele, na rua Garoupa, comunidade Novo Reino, bairro Gilberto Mestrinho, zona leste. “Thailson está sendo investigado pela participação no homicídio ocorrido neste mês, na zona leste. A equipe do delegado Charles conseguiu identificá-lo e o mesmo representou pela prisão do infrator. Assim que tomamos conhecimento onde ele poderia estar escondido, montamos uma operação que resultou na prisão do infrator”, disse Martins.

De acordo com o delegado Charles Araújo, na ocasião do crime, a vítima foi surpreendida por Thailson e um outro indivíduo, que já está sendo investigado pela polícia. Araújo informou que a vítima estava na frente da casa dela, momento em que os infratores chegaram em uma motocicleta e efetuaram disparos de arma de fogo em sua direção. O delegado relata ainda que a vítima tentou fugir para dentro do imóvel, porém, os infratores o seguiram e efetuaram mais disparos, o que ocasionou o óbito do jovem.

“Iniciamos as investigações no dia crime, descobrimos que Thailson teria ameaçado a vítima porque o infrator achava que a vítima teria denunciado ele em um caso. Durante as diligências, foi constatado que Thailson é contumaz em práticas criminosas, principalmente em crimes de roubo. Na ocasião da prisão, além do mandado de prisão temporária, cumprimos também mandado de busca e apreensão por roubo, praticado quando ele ainda era adolescente”, explicou Charles Araújo.

O adjunto da DEHS informou que o mandado de prisão temporária em nome do infrator foi expedido no dia 22 de maio deste ano, pelo juiz Celso Souza de Paula, do Plantão Criminal.

Procedimentos – Conduzido ao prédio da DEHS, Thailson foi indiciado por homicídio. Ele também irá responder por ato infracional análogo ao crime de roubo. Ao término dos trâmites cabíveis, ele será levado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

Com informações da assessoria da PC


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •