Polícia detém manifestantes contrários a nova lei de segurança nacional em Hong Kong - Tyrone Siu/Reuters
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Um homem que carregava uma bandeira a favor da independência de Hong Kong se tornou, nesta quarta-feira (1º), a primeira pessoa detida com base na nova lei de segurança do território, promulgada na véspera pelo dirigente chinês Xi Jinping. As informações são de Folha de S. Paulo.

“Um homem foi detido em posse de uma bandeira favorável à independência de Hong Kong no bairro de Causeway Bay, o que viola a lei de segurança nacional”, anunciou a polícia em uma rede social.

Além disso, a polícia usou jatos de água para dispersar grupos de manifestantes que estavam reunidos apesar da proibição determinada pela nova lei de segurança nacional.

Em Causeway Bay, um caminhão lançou jatos de água com uma solução de pimenta e atingiu vários manifestantes e jornalistas.

A polícia de Hong Kong mobilizou, nesta quarta-feira (1º), um importante dispositivo nas ruas da cidade, que recorda o 23º aniversário da devolução à China pelo Reino Unido.

Pela primeira vez, a passeata organizada tradicionalmente pelos cidadãos de Hong Kong foi proibida pelas autoridades.

A lei de segurança de Estado em Hong Kong, promulgada na terça-feira (30), permite reprimir quatro tipos de crimes: atividades subversivas, secessão, terrorismo e conluio com forças estrangeiras para colocar em perigo a segurança nacional.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •