Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) ampliou o sistema de saúde do Núcleo de Equoterapia do Regimento de Policiamento Montado Coronel Bentes (RPMon), de forma a permitir o atendimento a um número maior de praticantes que procuram tratamento especializado com a equitação. A mudança visa ainda oferecer mais conforto às pessoas com deficiências que utilizam os serviços da unidade.

A ampliação se deu com a extensão do horário de atendimento, que passa a iniciar às 7h, e não mais às 7h30. Também foi feita a implementação da quarta fase do tratamento, conhecida como “pré-esportiva” e voltada para os praticantes que já superaram os desafios das três primeiras fases, sendo por isso considerados aptos a ingressar na nova etapa da terapia psicossocial. A partir desta fase, eles poderão ser preparados para práticas desportivas.

Cerca de 60 pessoas estão sendo atendidas no Núcleo de Equoterapia da Polícia Militar, que fica localizado na rua Tiradentes, 50, bairro Dom Pedro I, zona centro-oeste da Capital. A unidade é mantida de forma gratuita para oferecer o método terapêutico, em geral muito custoso nas unidades de saúde particulares.

Para o comandante do RPMon, major PM Muniz, essa nova sistemática irá permitir um atendimento mais preciso aos pacientes do Núcleo de Equoterapia, o que é uma grande conquista. “Nossa intenção é permitir que todos que já estejam conosco sejam prontamente atendidos, e que aqueles que nos procurarem tenham a mesma forma de tratamento, podendo assim suprir suas necessidades especiais com a garantia de um tratamento contínuo”, declarou o oficial.

Com informações da assessoria da PM


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •