Foto: Erlon Rodrigues / PC-AM
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os delegados Paulo Martins e Charles Araújo, titular e adjunto, respectivamente, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), falaram na manhã desta terça-feira (30/7), sobre o cumprimento de mandado de prisão preventiva por homicídio qualificado, em nome de Arão Alves da Silva, 23.

Conforme o titular da DEHS, Arão é autor da morte do auxiliar de produção, Romário de Albuquerque, que tinha 23 anos. O crime aconteceu no dia 4 de abril de 2018, em um campo de futebol situado no conjunto Nova Floresta, bairro Tancredo Neves, zona leste da capital. Segundo o delegado, o delito foi motivado por desavenças relacionadas a partidas de futebol.

“A motivação teria sido uma discussão iniciada por conta de partida de futebol. No dia seguinte, Arão alvejou Romário no mesmo campo de futebol onde eles haviam discutido no dia anterior. O infrator já estava sendo investigado por outro homicídio cometido em 2015”, explicou Martins.

O delegado Charles Araújo informou que Arão foi detido por policiais militares no último domingo (28/7), em uma casa de show localizada na avenida do Turismo, após delações indicando o paradeiro dele. Em seguida, o infrator foi levado à DEHS, onde foi cumprido o mandado de prisão em nome dele, expedido no dia 8 de agosto de 2018, pelo juiz Mauro Moraes Antony, da 3ª Vara do Tribunal do Júri. Logo em seguida, o jovem foi conduzido à unidade prisional na cidade.

“Ao longo das investigações em torno do homicídio que ele cometeu em 2015, descobrimos que ele havia fugido para o estado de Pernambuco e chegou a passar um tempo por lá. No último domingo, porém, após ser reconhecido por várias pessoas que estavam na casa de show, ele acabou sendo localizado por policiais militares, após delações”, relatou Araújo.

Arão foi indiciado por homicídio qualificado. Ao término dos procedimentos cabíveis no prédio da DEHS, o infrator será reconduzido ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá permanecer à disposição da Justiça.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •