Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Policiais da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) prenderam Amilton Santos Gomes, 21, apontado como autor do homicídio de Creuza da Conceição Jinknss, 58, ocorrido em 12 de outubro de 2012.

A vítima, já tinha passagem pela Polícia Federal por tráfico de drogas e foi assassinada em sua própria residência, no conjunto Parque dos Buritis, bairro Nova Cidade, na Zona Norte da cidade. Ela foi alvejada por quatro tiros disparados de uma pistola PT 100, calibre 40, dois deles atingiram o braço, um na clavícula e outro acertou a face da mulher.

Amilton, integrava uma quadrilha que comandava o tráfico de drogas na Zona Norte, com mais três indivíduos, os irmãos Diego e Billy e um outro homem chamado Cica. Todos presos este ano.

Em depoimento, o autor do crime afirmou que o motivo pelo qual matou Creuza seria a recusa dela de não querer se juntar a quadrilha para participar da venda de drogas naquela região.

Logo após ter cometido o crime, Amilton foi preso e atuado em flagrante por homicídio, mas foi posto pela justiça em liberdade. Um inquérito de investigação foi aberto e um mandado de prisão solicitado, expedido na manhã desta sexta-feira (27), pela 3ª Vara do Tribunal do Júri, assinada pelo juiz Mauro Antony, que foi imediatamente cumprido pelos investigadores da DEHS.

O homem é apontado ainda como autor de mais sete homicídios, todos envolvendo o tráfico de drogas. “A polícia civil vai investigar todos os crimes com os quais o indivíduo esteja envolvido e faremos o possível para que ele responda por todos eles”, garantiu o delegado Paulo Martins.

Amilton foi autuado pelo crime de Homicídio Qualificado (artigo 121 do CPB) e será encaminhado à cadeia pública, onde ficará à disposição da Justiça.

Zona Sul

A Polícia Civil registrou às 21h30 de ontem (26) a prisão de Fabiano de Oliveira Furtado de Freitas, 24, realizada por policiais militares da 7º Companhia Interativa Comunitária (Cicom), no estacionamento de um supermercado localizado na avenida Silves, bairro Crespo, Zona Sul, por receptação de objeto roubado.

Ao chegar à delegacia, os investigadores descobriram que Fabiano já era procurado por ser o autor do homicídio de Henrique Breves de Oliveira, assassinado dia 29 de julho de 2013, com seis tiros disparados de uma arma de fogo calibre 38, na rua Vincar, também no bairro Crespo e o encaminharam à DEHS.

Em depoimento na delegacia especializada, Fabiano afirmou ter cometido o crime por vingança, pois, segundo ele, a vítima teria assassinado o tio dele.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •