Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Policiais civis da Delegacia Especializada de Polícia (DEP), situada no município de Humaitá (distante 590 quilômetros em linha reta da capital), em ação conjunta com policiais militares lotados naquele mesmo município e policiais civis da 72ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Manicoré (distante 332 quilômetros em linha reta da capital), deflagraram, na sexta-feira (25/10), a operação “Choque de Ordem”, que culminou nas prisões em flagrante de três pessoas, por crimes distintos, e um indiciamento.

A operação policial, que continua em andamento na cidade de Manicoré, está sendo coordenada pelos delegados Mateus Moreira e Bruno Wanderley Sabino, titulares, respectivamente, da DEP e 72ª DIP, dos municípios mencionados, e tem como objetivo coibir a criminalidade naquele lugar.

De acordo com o delegado Mateus, a operação foi motivada por um homicídio ocasionado pela disputa territorial entre facções criminosas da cidade. “Destaco que, ao longo da operação, realizamos abordagens pessoais, montamos barreiras nas principais ruas e avenidas de Manicoré, realizamos, ainda, ocupação policial na invasão conhecida como ’11 de Maio’. Além disso, fizemos revistas no presídio da cidade, onde foram encontrados aparelhos celulares e facas artesanais”.

Prisões – Durante diligências realizadas na última sexta-feira, na rua Rio Amapá, bairro Andaraí, em Manicoré, foi efetuada a prisão em flagrante de Laedson Barbosa Dias, 20, que estava em posse de uma arma de fogo. Em continuidade aos trabalhos, no domingo (27/10), Dirley França Pinheiro, 22, foi preso em flagrante, pelo crime de lesão corporal de trânsito majorado. A prisão dele foi efetuada na rua Santos Dumont, bairro Auxiliadora.

Na segunda-feira (28/10), Raylander Gama de Lima, 18, foi abordado pelas equipes policiais, na invasão 11 de Maio. Na ocasião, ele estava transportando material entorpecente. O infrator recebeu voz de prisão e foi conduzido ao prédio da DIP Manicoré. Naquele mesmo dia, David de Souza Carvalho, 26, foi indiciado por tráfico de drogas.

Procedimentos – Laedson foi autuado por posse de arma de fogo, Dirley foi autuado pelo crime de lesão corporal de trânsito majorado e Raylander foi autuado por tráfico de drogas. Ao término dos procedimentos, eles ficarão custodiados na 72ª DIP em Manicoré.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •