Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A votação da quinta-feira (9), que definiria os nomes dos 17 deputados como membros da comissão, foi cancelada por um erro cometido na contagem. Votaram apenas 12 parlamentares e não 13, como havia confirmado a deputada Alessandra Campêlo, que presidiu a sessão.

O quórum mínimo para deliberar esse tipo de matéria, são 13 deputados presentes, mas Augusto Ferraz, não teria votado. O parlamentar estava presente, mas não participou da votação nominal.

“O que nos remete a uma decisão responsável, serena e convincente, é de que ausência de coro qualificado ensejará transferência para terça-feira (14) da escolha do presidente do relator. A pauta revela 12 votos, portanto não tinha 13 para deliberar”, afirma o deputado Belarmino, que presidiu nesta manhã.

Confira o vídeo:

Segundo a vice-presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM), Alessandra Campelo, que presidiu a votação de ontem, foi registrado 13 presentes, pois o deputado Augusto Ferraz estava presente no plenário virtual, mas por dificuldade de conexão da internet não apareceu na tela da Assembleia.

 “O deputado Augusto Ferraz estava logado, confirmei com ele. E mais, a cada votação tem uma contagem por mim, e pela assessoria da Mesa. Alguém do setor de atas também confirmou e na ata da reunião de ontem e acho que essa seria a solução, presidente. Consta na primeira votação 13 presentes e 13 votos. Na segunda votação 13 presentes e 12 votos, o deputado Augusto Ferraz não votou, embora estivesse presente. Na outra votação, só por constante, não teve uma contagem de votos. Na última votação, não lembro se teve contagem ou não, mas foi uma votação com muitos presentes, os deputados que tinham se retirado, voltaram ao plenário e sequer precisou contar com número de pessoas que estavam na tela”, alega Campelo.

Diante do erro, a matéria está prejudicada e volta na terça-feira (14), ao plenário da Assembleia Legislativa do Estado em reunião ordinária.

Votaram pela aprovação dos nomes da comissão, Álvaro Campelo (PP), Cabo Maciel (PL), Therezinha Ruiz (PSDB), Abdala Fraxe (Podemos), Adjunto Afonso (PDT), Alessandra Campêlo (MDB), Belarmino Lins (PP), Carlinhos Bessa (PV), Dr. Gomes (PSC), Joana Darc (PL), Roberto Cidade (PV) e Saullo Vianna (PTB).


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •