Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Gazeta Esportiva – O Palmeiras estuda a possibilidade de instalar um gramado sintético no Allianz Parque. Pensando em aumentar o número da partidas disputadas em sua arena, o recém-chegado técnico Mano Menezes, que foi consultado sobre o assunto, vê a iniciativa com bons olhos.

Inaugurado em novembro de 2014 com grama natural, o Allianz Parque recebe regulamente diferentes tipos de evento, inclusive shows de grande porte. Com frequência, em função do comprometimento do campo administrado pela WTorre, o Palmeiras acaba desalojado.

“Juntamente com seu parceiro, o Palmeiras vai tomar a decisão que achar mais correta para que, nos momentos importantes, possamos ter o estádio. É o que o torcedor quer: disputar os jogos sem ter que esperar um período maior para retomar. Acho positivo você ter chance de jogar mais vezes em casa”, disse Mano Menezes.

Atualmente, uma comitiva do Palmeiras está na Europa para se aprofundar no tema. O diretor de futebol Alexandre Mattos, o coordenador de fisioterapia Jomar Ottoni e o vice Alexandre Zanotta, além de um representante da WTorre, compõem o grupo encarregado de estudar o assunto.

“Sobre o gramado sintético, foi falado rapidamente”, afirmou Mano Menezes, procurando ver o tema com frieza. “A questão objetiva é que o Palmeiras tem um estádio, construído em parceria com a WTorre, e está no contrato que existirão shows por vários anos”, declarou.

A ideia de instalar o gramado sintético no Allianz Parque agrada à WTorre, que poderia diminuir significativamente o período necessário para readequar a arena ao futebol após os eventos. No entanto, a empresa entende que a decisão em torno do assunto cabe ao Palmeiras.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •