Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Desde ontem (4), o porto do município de Borba (distante 151 km em linha reta da Capital), no interior do Amazonas, está autorizado a funcionar e receber embarcações e passageiros. Após vários impasses que suspenderam as atividades no porto, o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte no Amazonas (DNIT-AM) liberou hoje o local funcionamento do local.

A liberação aconteceu graças ao apoio do deputado estadual Fausto Jr (PRTB), que intermediou reuniões entre os técnicos do DNIT e representantes da prefeitura de Borba.

O documento que autoriza a reabertura foi assinado na quinta-feira (3), na sede do DNTI, e contou com a presença da assessoria jurídica do deputado e dos servidores da prefeitura de Borba.

O porto é o principal meio de escoamentos de mercadorias e chegada de produtos em Borba. Também é o local mais usado para o embarque e desembarque de passageiros no município.

“Por conta das dificuldades logísticas no setor rodoviário, sabemos como o porto de Borba é importante para os moradores”, afirmou o deputado Fausto Jr. “Desde que o local foi fechado, não medimos esforços para reabrir o porto e solucionar os problemas apontados pelo DNIT”, acrescentou.

Com o fechamento do porto, os moradores e visitantes do município eram obrigados a usar portos clandestinos na orla da cidade. Os locais não tinham qualquer tipo de controle na atracação dos barcos ou segurança para os passageiros.

Escadarias de madeira foram montadas na encosta de barrancos para as pessoas chegarem aos barcos. “A situação era perigosa e vários acidentes aconteceram nestes barrancos”, lembra o deputado. “Felizmente o problema foi resolvido, como era o desejo dos moradores de Borba”, completou Fausto Jr.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •