Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que o prazo final para o acompanhamento de saúde dos beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF) foi prorrogado até o dia 11 de julho. A medida foi tomada para que os beneficiários não sejam prejudicados em decorrência de feriados e da redução do horário de expediente no período da Copa do Mundo de 2014.

O acompanhamento de saúde das famílias deve ser realizado a cada seis meses e é obrigatório para crianças menores de sete anos e de mulheres na faixa-etária de 14 a 44 anos, bem como das gestantes inseridas no programa. As famílias devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da residência, de preferência a UBS onde os beneficiários já são cadastrados. Caso o acompanhamento não seja feito, o benefício financeiro é suspenso pelo Governo Federal.

Para realizar o acompanhamento, é importante que as famílias não se esqueçam de levar até à UBS o cartão do programa, com identificação do NIS, cartão de vacinação e/ou o cartão de gestante.

A coordenadora técnica das Ações de Nutrição da Semsa, nutricionista Tânia Maria Carvalho Batista, alerta para que as famílias não percam o prazo final e procurem o mais rápido possível as unidades de saúde. De acordo com a nutricionista, o prazo final para o acompanhamento seria dia 30 de junho, mas com os jogos da Copa do Mundo, o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) definiu a prorrogação do prazo. “Em Manaus, estamos tendo ponto facultativo nos jogos na Arena da Amazônia e o expediente até 12h durante os jogos da seleção brasileira. Então, a prorrogação do prazo vai permitir mais uma oportunidade para que as pessoas possam procurar uma Unidade de Saúde”, explica Tânia Batista.

O acompanhamento de saúde do PBF consiste na verificação, por meio de profissionais de saúde, do cartão de vacina e do crescimento e desenvolvimento das crianças menores de sete anos, e no acompanhamento da saúde das mulheres na faixa-etária de 14 a 44 anos, bem como das mulheres gestantes, garantindo a saúde da mãe e do bebê.

O acompanhamento do Bolsa Família também pode ser feito nas dez UBSs de horário ampliado que funcionam à noite e aos sábados (segunda a sexta-feira, das 7h às 21h, e aos sábados, de 7h às 13h). As UBSs que funcionam em horário ampliado são: UBS Balbina Mestrinho – Rua 17, nº 170, Núcleo II, Cidade Nova I; UBS Sálvio Belota – Rua das Samambaias, nº 786, Santa Etelvina; UBS Áugias Gadelha – Rua A, nº 15, Cidade Nova I; UBS Amazonas Palhano – Rua Antônio Matias, s/nº, São José II; UBS Alfredo Campos – Rua André Araújo, s/nº, Zumbi II; UBS Leonor Brilhante – Av.

Autaz Mirim, s/nº, Tancredo Neves; UBS Dr. José Rayol dos Santos – Av.Constantino Nery, s/n, Chapada; UBS Morro da Liberdade – Rua São Benedito, s/n. Morro da Liberdade; UBS Leonor de Freitas – Avenida Brasil, s/nº, Compensa II; UBS Deodato de Miranda Leão – Av. Presidente Dutra, s/nº, Glória.

Benefícios

O município de Manaus tem 125 mil famílias cadastradas no PBF. Além do benefício financeiro, as famílias têm acesso a programas como o pré-natal, planejamento reprodutivo, imunização, saúde bucal, suplementação de micronutrientes (vitamina A, Ferro e ácido fólico), educação em saúde e crescimento e desenvolvimento.

O PBF oferece ainda uma ajuda de custo para mulheres gestantes. O recurso é repassado pelo Governo Federal depois do início do pré-natal na Unidade Básica de Saúde (UBS), sendo destinado para mulheres que já estão inseridas no Bolsa Família. A quantia deve ser utilizada para auxiliar na locomoção da mulher até a UBS e para garantir uma alimentação adequada.

As famílias cadastradas no Programa Bolsa Família também têm acesso a cursos de Formação Inicial e Continuada, oferecido pelo Governo Federal. Em Manaus, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) identifica, através dos Cras, as famílias interessadas em participar dos cursos, que inclui qualificação nas áreas de estética, turismo, comércio e indústria. Os participantes recebem uma bolsa formação para contribuir com o transporte, material pedagógico e lanche dos alunos.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •