Foto: Mário Oliveira
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma área de lazer completa foi entregue para os moradores da comunidade Monte Sinai, no bairro Cidade Nova, zona Norte, na noite da segunda-feira, 6/1. Localizado na rua Professora Emília Grana, o parque da juventude foi entregue pelo prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto, o décimo espaço público, em uma área verde, entregue em sua gestão. As obras foram viabilizadas por meio de compensação ambiental firmada entre a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e a RD Engenharia, com apoio da Secretaria Municipal de Parcerias e Projetos Estratégicos (Semppe).

“Nós poupamos dinheiro no custeio para sobrar para os investimentos. Estamos fazendo grandes obras de infraestrutura por toda a cidade e poder entregar um parque como este para a população é muito gratificante para mim. É um trabalho em conjunto, feito em parceria com empresas privadas, sem custos para o município, que nos permite continuar fazendo um belo espaço como esse para a população ter uma área de lazer e reforçar a vida familiar”, afirmou o prefeito Arthur Neto.

O parque está dentro da política pública de gestão sustentável de áreas protegidas municipais, desenvolvida por ele como forma de promover a melhoria ambiental e da qualidade de vida das populações residentes no entorno de áreas verdes da cidade.

Foto: Mário Oliveira

A Semmas é responsável pela execução do programa Espaço Verde na Comunidade, que realiza o mapeamento e diagnóstico socioambiental das áreas verdes de conjuntos habitacionais aprovados pelo município, para a implantação dos parques. Já a Semppe se responsabiliza pela adoção dos espaços por meio de parceria público-privada mantida junto às empresas.

“A Semppe desenhou o projeto, acompanhou a execução e fez a adoção desse espaço que hoje está sendo tão bem utilizado, agregando a comunidade com atividades de lazer, recreação para as crianças, deu uma qualidade, uma valorização para o entorno e a partir de hoje as pessoas terão um espaço para agregar e cuidar da saúde também”, destacou a secretária da Semmpe, Maria Josepha Chaves.

O projeto arquitetônico ocupou um espaço de 1,4 mil metros quadrados, com equipamentos urbanos, paisagismo e arborização. O parque da juventude do Monte Sinai conta com pista de caminhada, iluminação a LED, academia ao ar livre, parquinho infantil, miniquadra, mesa de jogos, jardinagem e arborização.

“Quando eu era criança a gente não tinha um espaço desses, hoje temos a oportunidade de ter uma área linda como essa para a nossa comunidade. Isso representa para nós moradores uma vitória, estamos muito agradecidos de coração. Agora nós vamos cuidar do espaço”, relatou o morador Orleylson Lima.

As compensações ambientais e a adoção de espaços por meio de parcerias público-privadas são importantes avanços obtidos pela atual gestão municipal, pois permitem o compartilhamento de responsabilidades e economia para os cofres municipais.

De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, a adoção fecha um ciclo iniciado pela demanda da comunidade. “As áreas verdes, historicamente vítimas de mau uso e vistas como locais de lixeiras viciadas e de marginalidade, renasceram e passaram a exercer suas funções socioambientais na gestão do prefeito Arthur Neto, contribuindo para a ampliação da cobertura vegetal da cidade”, explicou o secretário Antonio Nelson.

No total, 15 áreas verdes já foram contempladas com ações de requalificação do uso, restando ainda cinco a serem entregues, no primeiro trimestre deste ano, situadas nos conjuntos Hileia 2 (Redenção), Lula (Zumbi), Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Cidade Nova), Núcleo 15 (Cidade Nova) e Déborah (Dom Pedro I).


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •