Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, e a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, lamentaram profundamente a morte de Lúcia Melo Ferreira Almeida, aos 40 anos, ocorrida na quarta-feira, 4/12, em decorrência de uma deficiência respiratória agravada pelo câncer.

Lúcia era esposa do ex-governador-interino e ex-presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), David Almeida (Avante), e estava internada no Hospital Beneficência Portuguesa Mirante, em São Paulo (SP), para tratar da doença que enfrentava há pouco mais de 2 anos.

“Esta é uma doença que assola diversas famílias. Eu enfrentei um câncer, em 2017,  e sei como esta doença mexe não apenas com a pessoa doente, mas com toda a família que passa a se doar sem medida em busca da cura. Por isso compartilho da dor do David, seus filhos e de seus familiares, neste momento em que precisam de um conforto maior”, disse Arthur.

Bacharel em direito e biblioteconomista, Lúcia Almeida lutava contra um câncer no fígado desde 2017. Há 20 dias estava internada no Hospital Beneficência Portuguesa Mirante, para a realização de novos procedimentos médicos.

Pela morte de Lúcia Melo Ferreira Almeida, o prefeito de Manaus determinou luto oficial de três dias. A publicação estará no Diário Oficial do Município (DOM), desta quarta-feira, 4/12.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •