Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito de Benjamin Constant, David Nunes Bemerguy, investiu R$ 1.107.690,00 na empresa  Silvana Gomes de Souza-ME, contratada para prestação dos serviços de locação de sistema de som, iluminação, palco, barraca, telão, banheiros químicos e gerador de energia para uso de diversos eventos a serem realizados no município.

Hôrra, tudo isso? Pela benção de deus ? Sim, tudo isso.

A façanha homologada judicioso David Nunes Bemerguy está lá, no Diário Oficial dos Municípios do Estado do Amazonas da quarta-feira, 29, edição 2538.

Na realidade, R$ 1.107.690,00l seria um valor verdadeiramente insignificante, irrisório, absolutamente desprezível para o significado histórico dos festejos de aniversário dos 122 anos da carinhosa, aconchegante e caliente cidade de fronteiriça de Benjamin Constant (BC).

BC – terra da Mapati, do Cubio e da Sapota; da mesa farta de tacate e patacon e tantas outras maravilhas -, merecia muito mais se os cofres públicos da prefeitura suportassem gasto de tamanha  monta.

Não suporta, infelizmente.

Tanto é que as ruas da cidade tem merecido melhor a atenção do poder público e o que se pode ver, hoje, é muita lama e atoleiro.

Com tanta dificuldade de orçamento, com tantos problemas a enfrentar e sem poder fazer frente a maioria deles, não é justo que  David Nunes Bemerguy  desembolse R$ 1.107.690,00 para abastecer a conta corrente da empresa  Silvana Gomes de Souza-ME.

Em outras palavras, esse contrato não passa de uma grande e extravagante lambança – algo como falta de espírito público e respeito com o erário público.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •