Fotos – Divulgação / Semcom
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, será um dos palestrantes nesta sexta-feira, 23/8, da Semana do Clima da América Latina e Caribe, em Salvador (BA). O evento teve início na última segunda-feira, 19, e é preparatório para a Conferência das Nações Unidas para o Clima COP 25. A palestra de Arthur, na Sessão de Prefeitos da América Latina, está prevista para ocorrer às 9h (horário de Manaus).

O encontro reunirá prefeitos de capitais brasileiras e de países da América Latina e Caribe, para definição de uma agenda a ser defendida na Conferência Mundial do Clima, em novembro deste ano, em Santiago (Chile). A Semana vem tratando de temas como finanças climáticas, transportes sustentáveis, crédito de carbono, entre outras oportunidades de ação climática para as cidades.

O prefeito Arthur Neto abordará questões relativas às iniciativas sustentáveis pioneiras de sua gestão, bem como os desafios futuros da Amazônia e a importância do modelo econômico da Zona Franca de Manaus para a preservação da floresta.

Ações

A Semana do Clima da América Latina e Caribe é promovida pela Fundação Konrad Adenauer e o Iclei América Latina – Governos Locais pela Sustentabilidade, com apoio do Fórum de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras (CB27).  O secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, da Prefeitura de Manaus, Antônio Nelson de Oliveira Júnior, também participa do evento. Ele integra a delegação do Fórum CB27, na assembleia que reuniu nesta quarta-feira, 21, representantes das pastas de meio ambiente nas prefeituras das 26 capitais brasileiras e no governo do Distrito Federal.

O objetivo é o de promover o fortalecimento e ação coordenada das secretarias de Meio Ambiente, intercâmbio de experiências em sustentabilidade urbana e avanço em agendas ambientais de vanguarda.

“Manaus tem avançado muito na política de gestão ambiental e desenvolvimento sustentável, estando à frente em temas como eficiência energética com o uso do LED, arborização urbana, requalificação do uso e gestão de áreas protegidas, entre outros”, afirmou o secretário Antônio Nelson. Segundo ele, o compartilhamento de experiências com cidades brasileiras e da América Latina e Caribe é uma oportunidade importante para avançar ainda mais nas políticas de incentivo à sustentabilidade.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •